Você já teve a oportunidade de receber uma boa newsletter por e-mail? Percebeu como ela engaja a leitura e cria uma conexão entre a empresa e os leitores? Quando temos em mãos um boletim informativo de qualidade, é natural que surja aquela dúvida: como fazer newsletter e obter sucesso com ela?

Criar é uma coisa. Criar com qualidade é outra. Sua empresa não pode abrir mão de bons recursos de comunicação.

Por essa razão, entender como se faz uma newsletter de primeira é fundamental para não errar nas suas estratégias comunicacionais e de marketing digital.

No post de hoje, confira como fazer newsletter. Entenda como executar esse processo e como fazê-lo da forma mais simples e efetiva!

Qual é o conceito de newsletter?

Se você se pergunta o que é newsletter e como ela funciona, saiba que se trata de uma comunicação estratégica, disparada via e-mail e encaminhada à uma audiência seleta, que optou por recebê-la.

Pelo fato de ser direcionada para pessoas que assinaram o recebimento, as newsletters têm como principal finalidade:

  1. estabelecer comunicação periódica com os assinantes;
  2. oferecer conteúdos interessantes que ajudam a manter a marca em interação com o público;
  3. engajar a audiência, ampliar as chances de captação e retenção de clientes;
  4. servir como “trampolim” para que o público acesse outros conteúdos concebidos pela empresa e disponíveis em diferentes canais de comunicação (como blogs e páginas do site empresarial).

Outro ponto interessante: Assim como uma publicação periódica “tradicional” – como uma revista – as newsletters possuem linha editorial, uma estética própria e adotam uma linguagem adequada ao público-alvo.

Como criar uma newsletter?

Tendo em mãos o conceito do que é uma newsletter, hora de compreender como ela deve ser desenvolvida para obter bons resultados.

Por se tratar de uma ferramenta de comunicação empresarial, ela deve ser estratégica e focada em gerar resultados, que, neste caso, são o engajamento da audiência e a possibilidade de aproximar ainda mais clientes

Cada elemento presente em uma newsletter deve contribuir para alcançar os objetivos  mencionados acima, por isso, o primeiro passo é a definição de estratégia.

Em seguida, é hora de iniciar a construção da audiência,  inclusão de conteúdos e a montagem da newsletter.

1. Construção da audiência

Para construir uma base de assinantes, será necessário criar mecanismos de atração. Para isso, será necessário disponibilizar um call to action, que será direcionado para a assinatura da newsletter.

Existem diferentes formas de criar esse gatilho para a assinatura do conteúdo. A empresa pode apostar em CTAs inseridos ao final de blog posts (com um convite direto para assinatura do boletim), pop-ups no site ou de forma simples, disponibilizando um formulário de assinatura na home do site ou do blog.

Como você pôde conferir na definição de newsletter, o público é quem opta por receber este conteúdo. Diante disso, o primeiro desafio é criar mecanismos para atrair as pessoas e convencê-las de assinar o recebimento da news.

Conforme a empresa produz conteúdos e cria ações de atração para sua newsletter, a base de envio vai crescendo, e, com isso, a audiência vai se solidificando.

Não é preciso ter um grande número de assinantes para disparar suas primeiras edições. No entanto, na medida que a base de envio cresce, é tarefa da empresa zelar por esses assinantes, entregando a eles um informativo de qualidade.

E quando falamos de qualidade, isso significa conteúdo!

2. Construção dos conteúdos

A newsletter nada mais é do que um canal para divulgar conteúdos. Geralmente, as informações contidas nelas são apenas uma parte das informações.

As empresas costumam utilizar o título ou um pequeno trecho de um blog post junto com o link do conteúdo integral para direcionar a audiência. A mesma coisa ocorre com páginas do site, perfis de redes sociais, etc.

Diante dessa dinâmica de leitura rápida e resumida, uma coisa é fato: é preciso ter conteúdos prontos assim que a edição nº1 for disparada!

E não vale a pena ter somente um ou outro texto e mais nada. O ideal é ter um ambiente de conteúdos bem vasto, assim, sua audiência pode começar nos textos linkados na newsletter e seguir para outros.

Esse comportamento ocorre e se intensifica na medida que os leads e clientes vão estreitando relacionamento com a empresa e despertando interesse sobre os produtos e serviços que ela oferece.

3. Montagem da newsletter

Mecanismos de captação de assinantes em operação, conteúdos prontos para rechear a newsletter, agora, falta dar vida à sua criação.

Para entender o que é newsletter e como ela funciona, é interessante compreender como é possível dar forma à essa mensagem via e-mail.

Isso é feito com o auxílio de ferramentas específicas, os famosos montadores e disparadores de e-mail. Tratam-se de softwares online que tem como finalidade simplificar a montagem das campanhas de e-mail, trocando a necessidade de montar um código HTML por um sistema drag n’ drop.

As principais ferramentas do mercado são:

  1. MailerLite;
  2. Campaign Monitor;
  3. Mailchimp;
  4. Sendinblue.

Ao utilizar essas ferramentas, a concepção da newsletter fica mais simples, contudo, é preciso ter noções de design para acertar em cheio na estética. Além disso, pensar com a cabeça do leitor – ou seja, focar na experiência de usuário – é importantíssimo para avaliar se a sua newsletter tem poder de atrair pessoas para a leitura e engajá-las no conteúdo.

Nunca se esqueça que newsletter é comunicação estratégica, por isso, se colocar no lugar do leitor e avaliar a qualidade do e-mail que está sendo enviado é um procedimento-chave para atingir bons resultados.

Dica final: Deixe sua newsletter nas mãos de uma equipe qualificada!

Na sua posição de administrador de uma empresa, fica evidente que as principais funções do seu trabalho são orientadas para lidar com o core business, com as atividades empresariais mais importantes.

Criar recursos de comunicação que engajam a audiência e potencializam as chances de atração e retenção é algo muito importante, mas, não deve fazer parte das suas preocupações diárias.

O ideal é ter o auxílio de profissionais gabaritados na comunicação digital e estratégica. Para isso, saiba que você pode contar com os serviços de empresas especializadas neste segmento.

Aqui na AB Content, a comunicação dos clientes é pensada de ponta a ponta. Nossa equipe atua no desenvolvimento estratégico, na criação dos conteúdos e na escolha dos melhores recursos de comunicação entre a empresa e seus clientes.

Tudo isso é feito para tranquilizar os gestores e permitir que seus principais esforços durante o expediente sejam focados nas atividades centrais da empresa.

Newsletter que converte e atrai é “coisa de profissional”, por isso, vale a pena alocar essa demanda nas mãos de quem tem experiência e conhecimento sobre as principais estratégias e recursos de marketing digital e comunicação corporativa.

Para saber mais sobre construção de uma boa newsletter, aqui vai uma última dica: Assine a nossa newsletter.

Receba em seu e-mail nosso boletim informativo e veja como ele deve ser estruturado e quais são os recursos que adotamos em nossa comunicação, mas que podem ser facilmente aplicados nos seus processos!