As métricas do marketing digital devem ser analisadas sempre, pois indicam se as campanhas e suas ações estão dando resultado. Ao avaliar algumas delas, você poderá identificar o que deve ser melhorado e tomar atitudes em relação a isso com antecedência.

São tantas métricas que resolvemos fazer um segundo artigo para mostrar outras 9 que podem fazer diferença para a sua estratégia. Se você ainda não leu a parte 1, confira clicando aqui neste link.

Por isso, confira agora mais essas 9 métricas que você pode acompanhar para saber como anda o desempenho das suas ações de marketing.

Acompanhe!

O que são métricas do marketing digital e por que são importantes?

Caso você tenha visto o artigo anterior e não lembre o que são as métricas do marketing digital e qual a importância delas, não se preocupe, vamos reforçar essas informações. As métricas de marketing digital são utilizadas para avaliar o desempenho das suas estratégias de marketing.

Existem diversas delas e cada uma serve para medir um fator específico. São de extrema importância porque você consegue ter uma visão melhor e mais clara sobre os resultados.

Dessa forma, se algo não estiver dando o retorno esperado, você saberá que deve tomar atitudes para melhorar o desempenho desses fatores.

Depois dessa recapitulação, vamos ao que interessa? Veja as outras métricas a seguir!

9 métricas do marketing digital para você conhecer

Listamos aqui mais 9 métricas que você precisa conhecer. Lembre-se de sempre medir as que mais importam para a sua estratégia e, principalmente, as que farão maior diferença para o seu negócio.

1. Tempo gasto no site

Essa métrica demonstra o tempo médio que os usuários costumam ficar no seu site. O tempo é mostrado em minutos.

Quando um conteúdo é bom, as pessoas costumam permanecer mais tempo na página. Por outro lado, se as pessoas ficam muito pouco tempo, isso pode demonstrar que você precisa melhorar seu conteúdo.

A partir da análise desses números, você pode descobrir quais são os artigos que mais impressionam positivamente e quais as páginas que afastam os visitantes. Assim, é possível corrigir os problemas que fazem os leitores abandonarem o site.

2. Taxa de abertura de e-mail

Ter uma boa lista de e-mail é essencial. No entanto, os números não representam vendas. As pessoas precisam abrir seus e-mails para saber o que você tem a oferecer. Se os e-mails não são abertos, sua estratégia de e-mail marketing precisa ser revista.

A taxa de abertura indica a quantidade de pessoas das suas listas que clicaram para abrir e ler um determinado e-mail. Um dos segredos para ter uma boa taxa de abertura é escrever bons e-mails, no tempo certo e para a pessoa certa. Analisar essa métrica pode ajudar a entender o que sua audiência acha interessante.

3. Taxa de clique nos e-mails

Outra taxa referente às estratégias de e-mail marketing. Além de fazer as pessoas abrirem seus e-mails, você também precisa certificar-se que elas clicaram nos links que estão inseridos neles.

Essa métrica visa entender o quantidade de pessoas que clicaram nos links que você enviou dentro do seu e-mail. A partir dela, você pode verificar quais os formatos de e-mail que mais dão resultados.

4. Taxa de conversão no funil

Além da taxa de conversão que você viu no primeiro artigo, há a taxa de conversão no funil. O funil de vendas tem etapas diferentes e cabe ao time de marketing ter estratégias específicas para cada uma das etapas e para guiar o lead de maneira eficiente pela jornada da compra.

Para saber se as estratégias estão indo bem no topo, meio e fundo do funil, existe essa métrica para medir o sucesso que sua estratégia está tendo em cada uma dessas partes.

Assim, caso haja problemas de conversão em algum estágio do funil, você poderá encontrar soluções para melhorar o que se mostra necessário.

5. Ticket médio

Essa métrica deve ser utilizada para saber o valor que cada cliente gasta em média comprando produtos ou adquirindo serviços da sua empresa. Se o valor for baixo, você deve encontrar maneiras de fazê-lo aumentar.

6. Taxa de cliques

A taxa de cliques, também conhecida pelo termo em inglês click-through-rate, ou pela sigla CTR revela a efetividade de um anúncio que você fez. Um anúncio efetivo leva o consumidor a clicar e ir para a página que você deseja.

Essa métrica ajuda sua empresa a avaliar os anúncios e as campanhas e também a verificar aspectos como: palavra-chave, imagens e os textos inseridos, por exemplo. Caso haja uma baixa taxa de cliques, significa que você deve melhorar os anúncios para aumentar o retorno do investimento.

7. Lifetime Value

O LTV, também conhecido em português como valor do tempo de vida de um cliente, ajuda a entender se os clientes estão gerando lucro para a empresa.

Empresas com serviços recorrentes, como aquelas de assinaturas ou que fazem contratos por um período determinado com seus clientes, precisam medir o valor do tempo de vida dos seus clientes.

Essa métrica identifica o potencial de lucro que sua empresa pode ter com cada cliente, dando uma prévia de rendimentos. Basicamente, mostra a receita média que cada um dos clientes gerou para a empresa ao longo do tempo em que vocês estiveram fazendo negócios.

8. Custo por clique

O CPC é importante para quem trabalha com tráfego pago. Com essa métrica, é possível determinar o total que está sendo investido para que cada pessoa chegue até uma página específica do seu site, podendo ser uma página de vendas ou uma landing page, por exemplo.

Além disso, você consegue avaliar quais as versões dos seus anúncios tem uma performance melhor e quais não estão tendo bom desempenho.

Bônus!

9. Métricas de vaidade

As métricas de vaidade não são métricas em si, mas é importante citá-las, pois muitos acabam caindo no erro de considerar certos aspectos como medidas do desempenho de ações de marketing de uma empresa.

Ou seja, métricas de vaidade são todas aquelas que não trazem resultados efetivamente para a sua empresa, como número de compartilhamentos, número de likes ou de seguidores, por exemplo.

Muitas empresas erram e acreditam que estão tendo bom desempenho somente por causa do alto número de likes e seguidores – o que na verdade, não indica se você conseguirá vender ou não seus produtos.

Há diversas métricas do marketing digital que são interessantes e que podem ser úteis para o seu negócio e para a sua estratégia digital. No entanto, lembre-se de escolher as principais e garanta que seus planos com o marketing digital alcancem os resultados que você deseja para sua empresa!

Você ainda não investe no marketing de conteúdo para aumentar sua visibilidade online e ganhar mais clientes? Então fale agora com um de nossos consultores e dê esse passo importante para alavancar seu negócio!