Toda empresa que inicia uma estratégia de marketing online acaba se deparando com diversos termos do marketing digital. Dessa forma, é normal ficar perdido no meio de tantas palavras.

Se abordasse todos os termos que compõem a área de marketing digital, este artigo viraria um livro. Mas você não deve se preocupar. Pois, com o tempo, os conceitos começam a se encaixar e fica tudo muito mais transparente.

Para lhe ajudar nessa jornada, separamos aqueles termos com maior probabilidade de você se deparar com maior frequência durante sua estratégia. Reserve uns minutos, continue lendo o artigo e veja 19 termos do marketing digital que você precisa saber para começar sua estratégia agora!

1. Inbound Marketing

De maneira simples, entenda Inbound Marketing como a nova maneira de elaborar o marketing empresarial. O objetivo é fazer com que seus clientes sejam atraídos até a sua marca sem que seja necessário fazer propagandas como antigamente.

Nessa modalidade, a empresa atrai os clientes por meio de conteúdos relevantes e gratuitos. O marketing de conteúdo é a principal estratégia dessa forma de fazer marketing. Inclusive, se você ainda duvida do potencial do marketing de conteúdo, veja 9 motivos para apostar nele clicando aqui.

2. Outbound Marketing

Esse termo refere-se ao marketing tradicional, que é o oposto do Inbound Marketing. No outbound marketing, a empresa não atrai os clientes. Nesse caso, a própria marca vai até eles.

Assim, são necessárias diversas ações para fazer a empresa aparecer para os consumidores, como comerciais de TV e rádio, dentre outros meios.

3. SEO

Search Engine Optimization quer dizer otimização para mecanismos de busca e deve ser utilizado para fazer seu site, blog e conteúdos serem indexados e ranqueados pelos mecanismos de busca, como Google, Yahoo e Bing.

SEO é extremamente importante. Por isso, confira os artigos abaixo para entender melhor sobre o assunto:

●      SEO OFF PAGE: O QUE É E COMO FAZER

●      SEO LOCAL: O QUE É, COMO FAZER E QUAL SUA IMPORTÂNCIA

●      SEO ON PAGE: O QUE É E COMO FAZER

4. E-mail marketing

O e-mail marketing jamais pode ser ignorado em uma estratégia de marketing digital. Consiste em levar informações sobre sua empresa ou promoções, dentre outros assuntos relevantes, para os seus possíveis clientes que cadastrarem seus respectivos endereços eletrônicos no seu blog.

5. CTA

CTA, ou call-to-action quer dizer chamada para ação. Deve ser utilizado de forma imperativa para fazer o leitor tomar a atitude que você deseja. Precisa ser sempre claro e objetivo, como “clique aqui”, “baixe agora o e-book”, etc.

6. Landing Page

A landing page é uma página no seu blog que serve para capturar e-mails ou outros dados de contato dos seus visitantes, transformando-os em leads.

7. Conversão

Uma conversão acontece quando um visitante faz o que uma página do seu blog solicitou. Por exemplo, se em uma landing page pedir para deixar o e-mail e baixar o ebook e o visitante fizer isso, a conversão ocorreu e ele se tornou um lead.

Conversão se relaciona também com outros tipos de ações, como entrar em contato com a empresa e fazer um teste gratuito, por exemplo.

8. Testes A/B

Servem para testar diferentes aspectos de um blog ou página para ver o que converte mais. Pode envolver, por exemplo, mudar a cor do quadro de assinar a newsletter no seu site, para saber em qual cor há mais assinaturas.

Dessa forma, metade dos visitantes veriam o quadro para assinar a newsletter de uma cor e a outra metade veria de outra cor.

9. Materiais Ricos

Materiais ricos podem ser ebooks, infográficos, vídeos ou até imagens. O objetivo é gerar leads. Ou seja, você dá gratuitamente esses materiais em troca dos dados pessoais do visitante.

10. Automação de marketing

Visa otimizar sua estratégia de marketing digital, utilizando ferramentas que auxiliem nesse processo, seja para gerar leads, melhorar o e-mail marketing ou campanhas pagas, por exemplo. Em outras palavras, você utiliza soluções que aumentem a eficiência de sua estratégia e até do seu time de marketing.

11. Persona

Persona é um personagem semi-fictício que leva em consideração características pessoais de seus clientes ideias. É o perfil do cliente ideal da empresa.

Difere-se de público-alvo, pois a persona envolve a coleta de informações que auxiliem a empresa a saber o que esses clientes fazem nas horas vagas, quais cursos estudam, entre outras informações desse tipo.

Muito importante para a estratégia de marketing de conteúdo, pois a companhia precisa saber muito bem para quem está vendendo.

12. Engajamento

Trata-se de uma métrica que mede a interação dos usuários com suas páginas ou canais, como blog, canal de Youtube e e-mail marketing. Pode ser utilizada para analisar a interação das pessoas com sua empresa nas redes sociais, analisando curtidas, comentários e compartilhamentos, por exemplo.

13. Funil de Vendas

O objetivo de um funil de vendas é entender em que momento seus leads ou clientes estão na jornada da compra e tomar atitudes para guiá-los nessa jornada da melhor maneira possível.

Há três etapas no funil: topo, meio e fundo. Cada etapa demanda um tipo de conteúdo com objetivos diferentes.

14. Links patrocinados

Você já deve ter percebido quando faz pesquisas nos mecanismos de busca que no topo das páginas quase sempre há anúncios ou links para páginas de blogs diversos. Esses links são chamados de links patrocinados. Tais links estão ali não de forma orgânica, mas porque pagaram.

15. SEM

O Search Engine Marketing busca otimizar uma campanha de marketing juntando o SEO com estratégias de links patrocinados, ou mídia paga. Ou seja, utiliza-se dessas duas maneiras para trazer o melhor resultado possível em um pequeno período de tempo.

16. Growth hacking

As técnicas de growth hacking tem como objetivo fazer um negócio ter um crescimento rápido e prosperar mesmo diante de obstáculos, como falta de recursos financeiros ou desafios econômicos, por exemplo.

17. Co-marketing

O co-marketing acontece quando duas empresas resolvem cooperar entre si por terem objetivos comuns. De forma geral, empresas parecidas, com audiências similares e que não sejam concorrentes acabam fazendo isso. Dessa forma, o resultado obtido com as ações de co-marketing são compartilhados entre os dois lados.

18. Sitemap

Sitemap na verdade é um arquivo para mapear as informações de um site e sobre a navegabilidade dele.

Em outras palavras, trata-se de um esquema gráfico que exibe como está a estrutura de um site. Por isso, não serve para ter dados sobre urls ou links, por exemplo.

19. Google Webmaster Tools

São ferramentas do Google criadas para facilitar a administração de sites e páginas internas. Com essas ferramentas, você consegue encontrar erros e ver formas para desenvolver melhorias nas páginas do seu site e blog.

Há diversas funcionalidades para medir a performance, como indexação de páginas, rastreamento de tráfego, analise de links, mapeamento de erros, dentre outras.

Como você percebeu, há inúmeros termos do marketing digital que, caso todos fossem descritos, esse artigo ficaria bastante extenso. Aqui foram citados 19 dos mais mencionados nas estratégias de marketing.

Por isso, caso fique em dúvida ao conversar com seu time de marketing e eles disserem algum desses termos, não hesite em consultar este artigo para relembrar!

Falando nisso, como está sua estratégia de marketing de conteúdo? Comece agora a divulgar conteúdos especializados em finanças para ter seu site encontrado nas pesquisas!

Entre em contato agora com a nossa equipe e dê o primeiro passo para melhorar sua visibilidade na internet!