Uma das maneiras de empresas apresentarem seus produtos e serviços, ou abordarem temas de interesse de seu público, é através de webinários. O termo pode ser entendido como seminário pela internet, ou seja, um evento online no qual uma pessoa fala sobre um tema específico para uma audiência interessada.

Hoje em dia, com o apoio da tecnologia, existem diversas ferramentas no mercado que podem ser utilizadas para fazer webinários. Neste artigo abordaremos cinco. Confira!

Por que os webinários são importantes?

Imagine que você seja uma startup que desenvolve um software para gestão de processos. Sua empresa precisa educar o público com relação à importância do gerenciamento de processos.

Isso poderia ser feito em um evento presencial, mas os custos envolvidos seriam altos, pois haveria necessidade de alugar um espaço. Além disso, o número de pessoas que poderiam participar seria bem restrito.

Ao optar por fazer um webinar, você consegue não apenas economizar, como atingir uma audiência bem maior. Além disso, webinários conseguem atingir o público ao vivo ao mesmo tempo que podem ser gravados para serem assistidos em qualquer outro momento.

Em outras palavras, um webinar oferece a oportunidade de continuar alcançando seu público quando a transmissão terminar, pois cada vídeo também pode ser assistido posteriormente. Isso permite aumentar o alcance e o impacto da sua mensagem.

Sem contar que os webinars são uma ótima maneira de obter um contato direto com o público da sua empresa. Você pode permitir que façam perguntas e, graças à interação durante um webinário, é possível obter informações valiosíssimas do seu público-alvo.

Enfim, as vantagens de fazer webinários são inúmeras e aqui abordamos apenas algumas delas. Agora, indo direto ao ponto:

Dicas de ferramentas para webinários

Webinários gratuitos ou pagos. Não importa qual seja sua estratégia, o fato é que existem diversas ferramentas no mercado para auxiliar a realização dos seminários pela internet. Dentre elas, destacamos:

1. WebinarJam

Das ferramentas para fazer webinars, a WebinarJam é vista como uma das soluções mais simples e intuitivas do mercado. A aplicação pode ser utilizada como uma estratégia também de marketing, pois ela permite que durante um webinário ao vivo haja ações pop-up.

WebinarJam é indicado para empresas de todos os portes, e pode ser usado para treinamento, consultoria, promoção de novos produtos, reuniões, enfim, pra qualquer tipo de evento online que sua organização deseja realizar.

A ferramenta ainda permite até seis apresentadores, o que pode ser ótimo se você desejar fazer uma mesa redonda ou abordar um tópico de maneira mais aprofundada. Adicionalmente, ela possui outras funcionalidades que podem ser bem interessantes:

  • Permite transmissão ao vivo para plataformas como Facebook Live ou YouTube Live;
  • Gera relatórios sobre o desempenho do webinar;
  • Automaticamente grava cada webinário.

2. GoTOWebinar

“O GoToWebinar acaba com a dor de cabeça e com as complicações para organizar webinars”. Isso é o que diz no site da empresa e talvez por esse motivo mesmo é que trata-se de uma das ferramentas para webinários também muito utilizadas.

Um dos motivos dos muitos adeptos no Brasil é que a ferramenta pode ser em português. Além disso, é uma das mais antigas no mercado, tendo sido originada do GoToMeeting, aplicação utilizada para reunião online.

Além da funcionalidade de gravação e upload de webinar, a ferramenta também gera relatórios e métricas após o evento, o que pode ser muito útil para os objetivos de marketing.

3. ClickMeeting

O ClickMeeting permite que os participantes fiquem em uma espécie de sala de espera, onde o organizador compartilha arquivos até que o evento comece. A ferramenta também possibilita o envio de convites personalizados.

Ainda, trata-se de uma boa opção para quem está hospedando um webinário pela primeira vez, pois suas instruções são fáceis de serem compreendidas.  Por meio da ferramenta é possível personalizar o layout de cada webinário para se adequar à sua marca.

4. Zoom

O Zoom não é necessariamente uma ferramenta criada exclusivamente para fazer webinários, mas tem chamado a atenção nos últimos tempos. Com uma interface intuitiva, você pode escolher entre hospedar de 100 a 10 mil participantes em seu evento.

A plataforma oferece recursos básicos de webinar gratuitamente. Se suas reuniões continuarem com menos de 40 minutos e o número de participantes for menor que 100, ela pode ser usada na versão gratuita.

Isso ocorre porque o Zoom foi desenvolvido para grandes empresas que gastam muito dinheiro em tecnologia de videoconferência.

Pelo Zoom também é possível transmitir as apresentações diretamente no Facebook Live ou YouTube. Entre suas funcionalidades estão compartilhamento de tela, suporte para tela dupla e outras.

5. Google+ Hangouts

O Hangouts é um software online totalmente gratuito que faz parte do Google+ e funciona com o YouTube. Para realizar um webinário no Google Hangouts você precisa de seu próprio canal no YouTube e utilizar o Chrome.

O webinar pode ser realizado em um pequeno grupo de até 30 pessoas ou transmitido para o público em geral usando uma transmissão ao vivo do YouTube que pode ser gravada. O autor pode tornar o vídeo privado ou público.

O Hangouts do Google+ é muito popular no mundo corporativo, pois permite recursos úteis para convidar os membros. Além disso, várias pessoas podem falar durante um evento e o webinar pode ser facilmente compartilhado após a conclusão.

No entanto, não é adequado para os eventos pagos, porque não há opção para tornar o fluxo privado. Por esse motivo, normalmente o Google Hangouts é mais considerado para videoconferência, mas se sua empresa deseja fazer um webinário mais restrito, a ferramenta pode ser uma excelente opção.

Você tem alguma outra ferramenta para fazer webinários para indicar? Deixe um comentário e compartilhe conosco. Aproveite que está aqui e veja mais dicas no blog da ABContent.