Você reparou que, neste momento, você está lendo um conteúdo dentro de um blog, certo? Assim como a AB Content, muitas outras empresas criam blogs para compartilhar conteúdos relacionados com seu universo corporativo.

O intuito de criar esse tipo de site é expandir o conhecimento do público, para que ele possa conhecer mais sobre as soluções que a empresa oferece e até mesmo reconhecer um problema que ele tem, mas ainda não está totalmente ciente.

Tudo está inserido dentro das lógicas e metodologias do marketing digital e do inbound marketing. E se há uma metodologia estratégica, também existem métodos para produzir os blog posts.

No post de hoje, você vai conhecer mais sobre as técnicas de copywriting e como fazer para aplicá-las nas postagens do seu blog. Boa leitura!

Qual é a definição de copywriting?

Copywriting é um termo antigo, antes associado à redação publicitária. Com a ascensão do marketing digital, a palavra passou a designar o conjunto de técnicas utilizadas para estruturar conteúdos com foco em conversão.

O redator (copywriter) tem como missão criar um conteúdo que dispõe das técnicas e estratégias necessárias para atrair o leitor e obter sucesso na conversão, fazendo com que ele passe a ser uma oportunidade de negócios para a empresa, o famoso lead.

E quais as técnicas de copywriting que podem ser utilizadas nos meus blog posts?

Agora, vamos listar algumas das técnicas de copywriting que podem ser aplicadas nos blog posts para otimizar seus índices de conversão.

Criação de um título atraente

Muitas vezes, os títulos de blog posts não conseguem atrair o público-alvo ou explicar corretamente ao leitor o que o conteúdo reserva para ele. E isso é um grande problema para quem pretende estabelecer processos de marketing de conteúdo.

O título é a principal isca de um conteúdo, portanto, ele deve ser claro na mensagem, mas atraente na composição. Veja um exemplo:

  1. 3 técnicas de copywriting para posts de blog;
  2. 3 técnicas infalíveis de copywriting para usar no seus posts.

A segunda estrutura tem mais poder de atração, e isso ocorre porque há também uma promessa interessante no título (as dicas são matadoras), e isso também amplia as chances de captar a atenção do público.

Aqui vai uma dica importante: tome cuidado com a redação dos títulos. Ele não pode ser sem graça, porém, antes um título pouco atrativo do que um título que não condiz com a verdade.

Outro ponto a se pensar tem relação com as práticas de “caça-clique”. São reprováveis estruturas de título como “3 dicas matadoras de copywriting. Você não vai acreditar na segunda!”. Esse tipo de título é mapeado pelos algoritmos de redes sociais e do Google e pode fazer com que suas postagens tenham alcance bastante reduzido.

Estrutura escaneável

A escaneabilidade de um texto é muito relacionada com SEO e os algoritmos dos sistemas de pesquisa, contudo, ela também se aplica às pessoas. Conteúdos escaneáveis são facilmente lidos pelas pessoas, inclusive pelos leitores que consomem as informações sem muita atenção.

A escaneabilidade permite que um leitor consiga, somente ao bater os olhos no texto, entender do que ele se trata e quais são os pontos mais importantes contidos ali.

Para criar conteúdos escaneáveis, basta utilizar títulos e subtítulos para dividir os tópicos, linhas finas para destacar temas, palavras mais importantes em negrito e estruturas como listas em bullet points e tabelas.

Dê atenção ao ritmo de leitura

Na internet, nem sempre as pessoas lêem conteúdos com a mesma atenção e zelo de um livro. Por essa razão, os copywriters utilizam em seus textos períodos e parágrafos curtos para reter a atenção, manter a linha de raciocínio e dar ritmo à leitura.

Em termos técnicos, o ideal é que os parágrafos não extrapolem 5 ou 6 linhas, mantendo o alinhamento do texto à esquerda. Além disso, vale considerar a inserção de subtítulos em tópicos muito longos para não deixar que a leitura fique muito massante.

Cuidado com a escolha das palavras

No momento de produzir o conteúdo, um copywriter de qualidade irá se atentar aos seguintes pontos:

  1. Evitar palavras difíceis e que fogem do vocabulário do público-alvo;
  2. Não repetir palavras para não empobrecer o texto.

Palavras difíceis ou muito longas podem confundir as pessoas e quebrar o ritmo da leitura, e as palavras repetidas transmitem falta de vocabulário e, com isso, a percepção de valor do leitor perante o conteúdo cai e, com isso, até a autoridade empresarial pode ser questionada.

Aplicação da voz ativa

Veja as duas frases a seguir:

  1. Dicas interessantes de copywriting são encontradas neste post da AB Content;
  2. Este post da AB Content apresenta dicas interessantes de copywriting.

Percebe como a segunda opção é mais simples de entender e dá mais “força” para a mensagem? Isso ocorre porque frases na voz ativa tem mais poder de persuasão e são menos complicadas de interpretar.

Qualidade no CTA

O call to action é a cartada final de um conteúdo. É o momento em que o leitor é convidado para a conversão. A questão aqui é como esse “convite” é feito. Quanto mais criativo, provocativo e interessante, melhor.

Vamos, novamente fazer uma comparação:

  1. Clique aqui e veja como usar técnicas de copywriting em seus e-mails;
  2. Quer saber como seus e-mails podem se tornar mais efetivos na conversão? Então, que tal descobrir como criar e-mails usando as melhores técnicas de copywriting? Clique aqui e descubra!

Mesmo que a segunda opção seja mais longa, a complexidade do CTA entrega mais qualidade para a conversão. O CTA é ponto fundamental para as estratégias de marketing digital, por isso, se ele não for bem executado, os índices de conversão ficarão aquém do esperado.

Preparado para criar os melhores conteúdos para seu blog? Ao seguir essas dicas, as chances de conversão crescem, e a qualidade dos seus conteúdos também!

Agora, se você acredita que a melhor opção é deixar a produção de conteúdos nas mãos de profissionais experientes, que tal conversar com nossos consultores e descobrir como a equipe da ABContent pode trabalhar na otimização das suas estratégias de marketing de conteúdo? Clique aqui e converse com nosso time via WhatsApp!