Empresas que implementam estratégias de marketing digital precisam conhecer o conteúdo gerado pelo usuário. Se você nunca ouviu esse termo, veio ao artigo certo!

Utilizar materiais produzidos pelos consumidores pode ser uma alternativa forte para ganhar visibilidade e atrair mais clientes.

Mas afinal, o que é o conteúdo gerado pelo usuário? Por que ele pode ser eficiente para as estratégias de marketing de conteúdo? Acompanhe a leitura e descubra as respostas!

O que é conteúdo gerado pelo usuário?

Conteúdo gerado pelo usuário – também conhecido pelo termo em inglês user generated content ou pela sigla UGC – é praticamente qualquer conteúdo que tenha sido criado por terceiros na internet. Tais criadores podem ser consumidores, seguidores e fãs da marca.

Pode ser feito em diversos formatos, como: fotos, depoimentos, vídeos, postagens em redes sociais, blog posts, dentre outros. Em outras palavras, é o ato dos usuários promoverem uma determinada marca no meio digital.

Quais são os benefícios do UGC?

Muitas companhias investem em UGC justamente porque é uma maneira eficiente de aumentar a exposição delas de forma sincera e original.

Alguns benefícios dessa estratégia são:

  • aumenta o alcance nas redes sociais;
  • geração de conteúdo gratuito que pode impulsionar o SEO;
  • aumenta a confiança do cliente na marca;
  • cria conexão e engaja com o público;
  • aumenta o desejo de consumir;
  • ajuda a coletar mais dados da persona;
  • fonte para criação de conteúdo próprio ou publicidade;
  • baixo ou nenhum investimento;
  • aumenta o boca-a-boca.

Diversas marcas utilizam muito o UGC em suas estratégias nas redes sociais, como a Coca-Cola, Starbucks, Adobe, dentre outras.

Como utilizar o conteúdo gerado pelo usuário na prática?

Confira abaixo 4 passos para utilizar o conteúdo que as pessoas criam na internet para aumentar sua exposição e visibilidade!

1.Escolha as redes sociais mais eficazes

O primeiro passo é definir as redes sociais para esse propósito. Prefira as mais populares, de preferência as que a sua persona utiliza.

Ao escolher, verifique o que as pessoas compartilham sobre sua marca. Se encontrar algo de valor, solicite a elas para redirecionar o conteúdo para seu perfil, fazer uma menção ou peça permissão para poder utilizar o que postaram.

2. Defina metas

Como qualquer outra estratégia, é essencial ter metas e diretrizes para que ela funcione da forma desejada. Algumas métricas que podem ser utilizadas para mensurar os resultados são:

  • engajamento da marca (conversas, comentários, menções, etc.);
  • aumento da taxa de conversão;
  • construção da confiança da marca;
  • melhora na criação de conteúdo;
  • nível de educação dos usuários.

Importante escolher as que mais fazem sentido para a sua empresa e não perder o foco. Por fim, vale se atentar para as “curtidas”, que pode não ser uma boa métrica para verificar os resultados.

3. Diga ao seu público o que gostaria de ver

Escolha um tipo de conteúdo que seus usuários geram. Pode ser, por exemplo, postagens com hashtags relacionadas a uma determinada campanha que você criou. Caso não encontre o que necessita, você mesmo pode dizer aos consumidores o que deseja ver.

No entanto, lembre-se de ter um motivo claro ao fazer esse pedido. De nada adianta pedir que compartilhem fotos utilizando o seu produto se nem a própria empresa tem um objetivo claro com isso.

4. Foque em construir uma comunidade

Conforme aumenta os conteúdos e o engajamento, mais usuários se sentirão à vontade para compartilhar suas experiências. Sendo assim, crie conversas e estimule esse compartilhamento de sentimentos, focando em construir uma comunidade de fãs.

Agora que você sabe o que é o conteúdo gerado pelo usuário, aproveite e confira 8 habilidades essenciais para conquistar mais clientes!