Está prestes a iniciar a sua estratégia de marketing digital mas não sabe se o e-mail marketing ainda é uma ferramenta que deve ser utilizada?

Entendemos a sua reflexão. Por muitos anos o e-mail marketing foi inserido de forma incorreta na relação entre clientes e empresas. Devido a estratégias mal elaboradas e generalizadas, o e-mail marketing acabou se tornando invasivo e, muitas vezes, caracterizado como SPAM.

Outro fato relevante é o que aquecimento das redes sociais como canal de relacionamento, ao invés do e-mail marketing. Ainda acredita-se que o uso de um canal dispensa o investimento no outro. Mas essa história é inverídica.

A ferramenta completa as estratégias mais atuais de marketing e vendas. Se você quer conquistar o seu cliente, não deve abandonar as trilhas de e-mail!

Leia nosso artigo, descubra o que é e-mail marketing e convença-se, de uma vez por todas, que ele ainda é uma estratégia totalmente eficaz para o seu negócio. Boa leitura!

E-mail marketing: o que é e como utilizá-lo em sua estratégia?

Você certamente já se deparou com bons exemplos de e-mail marketing. Quer ver? Ao abrir sua caixa de entrada, já se deparou com ofertas de passagens aéreas, newsletters semanais de determinado site, promoções sazonais ou, ainda, a confirmação de compra em determinado site? Pois é, estes são claros exemplos de e-mail marketing.

As ações que envolvem o e-mail marketing resumem-se no disparo de e-mails criados a partir da análise das necessidades de cada cliente – a jornada de compra é um dos pontos a serem analisados. Os e-mails, comumente compostos por várias etapas, que são as trilhas, devem ser enviados para a pessoa certa, no momento certo.

Vale salientar que o disparo de e-mail marketing não se dá apenas aos atuais clientes da empresa. A estratégia é uma poderosa fonte de comunicação entre o negócio e seus leads – aqueles potenciais consumidores que se interessaram pela marca mas ainda precisam ser convertidos em oportunidades reais.

Afinal, como fazer e-mail marketing com eficiência?

Para criar campanhas de sucesso, que aproximam o consumidor da marca e, principalmente, originem novos contratos, é preciso saber como fazer e-mail marketing com eficiência. Não basta montar e-mails genéricos e dispará-los sem segmentação. Lembre-se que você deve evitar a aparência de SPAM e, principalmente, agregar valor ao potencial cliente.

Trouxemos alguma dicas que podem lhe auxiliar neste processo:

Segmente seu público

Este talvez seja o grande segredo do sucesso de uma estratégia de e-mail marketing. Conhecer quem receberá o seu conteúdo é de extrema importância para o planejamento da estratégia.

Se você já possui uma base de contatos, o trabalho será definir, dentro desta base, quem são os potenciais clientes que assemelham-se a sua persona, que é a representação do seu cliente ideal.

Uma maneira de simples de obter essa informação é realizar uma pesquisa entre os clientes atuais. Quais suas dificuldades, sonhos, desejos e projetos de vida? São algumas respostas perfeitas para a criação da persona.

Invista tempo na escolha do tema e produção do conteúdo

Para que o leitor seja atiçado a abrir o e-mail e lê-lo na íntegra, você precisa ter 3 preocupações: escolher um assunto atrativo e relevante, criar um título matador e tornar o conteúdo direto e envolvente.

Mas como fazer isso?

Uma boa saída é levantar as principais dúvidas de quem chega até a sua empresa. Criar  um e-mail marketing que inicie essa reflexão e direcione o leitor para um post completo sobre o assunto, por exemplo, é valioso.

Além de um conteúdo interessante, o título deve ser incrível. A função dele é estimular a abertura e fazer com que o e-mail marketing não passe despercebido na caixa de entrada. Pense com carinho no título/assunto e lembre-se que ele não pode ultrapassar 50 caracteres – que é a média aceita pelos principais provedores de internet.

Dê destaque para a ação que o leitor deverá fazer

Ao finalizar a leitura do e-mail, o leitor deve agir. Ao aplicar uma call-to-action (chamada para ação) realmente efetiva, quem está lendo é automaticamente direcionado para o próximo passo.

Além de desenvolver a ação que mais se adapte à necessidade da empresa no momento – ler conteúdo “x”, se inscrever em um webinar ou assistir vídeo “y”, a chamada deve aparecer em um local de destaque.

Você pode incluir a ação logo no início da mensagem, primeiro local a ser lido após a abertura do e-mail ou após alguma frase que remeta a urgência da decisão. Utilizar cores e fontes diferentes do restante do conteúdo também traz efeitos positivos.

Vantagens do e-mail marketing

Apostar no e-mail marketing é um dos caminhos de quem aplica estratégias relacionadas ao marketing de conteúdo como meio de captar leads, por exemplo.

A criação de materiais ricos é uma possibilidade: para distribuir o seu e-book como brinde para um interessado em sua marca, o usuário deverá disponibilizar o e-mail para receber o material e, consequentemente, acessá-lo. Essa simples ação possibilita a criação de um bom banco de dados, capaz de converter potenciais clientes em clientes fiéis.

Mas não é somente esta vantagem: a eficiência do e-mail marketing pode ser notada em outras situações, como:

Possibilidade de grande alcance

Você sabia que existem no mundo quase 3 bilhões de contas de e-mail ativas? Imagine o volume de oportunidades que o e-mail marketing pode gerar a sua empresa.

Por outro lado, é preciso atentar-se a necessidade de segmentar muito bem o seu público. Como comentamos ainda no início de artigo, se sua estratégia não for minuciosamente planejada, as chances de um potencial cliente negativar a ação é alta.

Se o receptor da mensagem não pertencer ao grupo de clientes interessados em seu negócio, por exemplo, ele poderá atrelar o e-mail marketing a SPAM e comprometer o disparo da sua campanha.

Flexibilidade na estrutura de conteúdo

O e-mail marketing é bem democrático quando o assunto é a estrutura. A ferramenta permite que  o profissional crie as mais diversas histórias, a fim de captar a atenção do contato.

Você pode criar histórias fictícias ou contar fatos reais, de forma bem pessoal, utilizar GIFs animados, apostar em linkagens que levem o leitor para a página que você deseja, apostar em imagens reais, efeitos gráficos, e o que a sua imagina e estratégia permitirem.

Vale citar, ainda, que o e-mail marketing não possui número máximo de caracteres ou volume de informações. Sendo assim, a empresa sente-se ainda mais livre para criar uma campanha de e-mails realmente impactante.

Retorno positivo com baixo custo

Uma grande preocupação do time de marketing e vendas é equilibrar o valor investido e o retorno financeiro gerado. Obviamente, todo profissional deseja investir cada vez menos e faturar cada vez mais.

O e-mail marketing é uma estratégia que não requer grandes aportes iniciais. Com um domínio exclusivo – www.suaempresa.com.br, por exemplo, uma ferramenta para disparo de e-mails e um bom profissional que saiba desenhar a ação com assertividade, já é possível impactar milhares de pessoas.

Ao contrário do que você possa imaginar, existem excelentes plataformas para e-mail marketing com custo bem baixo, ideal para quem está iniciando suas estratégias de marketing e vendas. Há, inclusive, plataformas  que oferecem um bom serviço em planos gratuitos, como a MailChimp.

O retorno financeiro do e-mail marketing também deve ser considerado: com um ROI de 3.800%, a cada R$1,00 que você investe na ferramenta, há um retorno de aproximadamente R$38,00 – dados divulgados pela DMA National Client Email Report.

Como você percebeu, engana-se quem pensa que o e-mail marketing morreu. Ele ainda é, e provavelmente continuará sendo, uma ferramenta complementar valiosa para as campanhas de marketing digital!

Você utiliza o e-mail marketing em sua empresa? Quais suas impressões sobre o tema? Deixe seu comentário e vamos discutir um pouco sobre isso.

Até breve!