Quando pensamos em mulheres empreendedoras, poucos nomes podem vir à nossa mente. Isso porque elas ainda são minoria neste segmento, embora esta realidade esteja se transformando ano após ano.

Nomes como Luiza Trajano, dona da rede de varejistas Magazine Luiza; Cleusa Maria, criadora da Sodiê Doces e Mary Key Ash, fundadora da empresa de cosméticos Mary Kay são exemplos de mulheres bem sucedidas nesse campo. Mas existem muitas outras, no Brasil e no mundo.

Reserve alguns minutos e confira 10 mulheres empreendedoras que se tornaram grandes empresárias e conseguiram ultrapassar barreiras, provando que mulheres também podem entrar no mundo dos negócios!

1. Chieko Aoki

Chieko Aoki é uma empresária nipo-brasileira. Nasceu no Japão, mas foi no Brasil que viveu e conseguiu empreender.

Ela é fundadora e presidente da rede de hotéis Blue Tree Towers, uma rede de hotelaria presente em diversas cidades brasileiras. Em apenas dez anos, Aoki conseguiu fazer sua rede se tornar uma das maiores cadeias hoteleiras do país e um benchmark de excelência no setor.

Seu trabalho é reconhecido internacionalmente. Tanto que, em 2013, ela foi considerada pela Forbes como a segunda mulher mais poderosa em negócios no Brasil.

2. Cristiana Arcangeli

Cristiana Arcangeli é uma empreendedora serial de sucesso, que ficou muito conhecida por ser uma das juradas do Shark Tank Brasil. Formada em odontologia, desde sempre demonstrou querer empreender e inovar.

Em 1990, lançou a PH Arcangeli, uma distribuidora de marcas de cosméticos internacionais no Brasil e a primeira perfumaria com estilo internacional, a Phyta.

Além disso, se tornou criadora e sócia de empresas como: Beauty’in, Phytoervas e também sócia do Fundo de Investimentos Phoenix.

Atualmente, também é conselheira da Endeavor e diretora do Comitê dos Jovens Empreendedores da FIESP. Arcangeli também escreveu livros e já recebeu diversos prêmios por seu trabalho e trajetória.

3. Sônia Hess

Sônia Hess é dona e presidente da marca Dudalina. Ela é filha de um poeta e de uma mulher empreendedora. Seus pais, seu Duda e Dona Lina criaram, em 1957, uma camisaria. As primeiras lojas foram abertas na cidade de Balneário Camboriú, em Santa Catarina.

Sônia Hess tinha 11 irmãos homens, mas foi ela quem assumiu a presidência da camisaria fundada pelos pais. Hess conseguiu transformar a Dudalina na maior exportadora de camisas do Brasil.

4. Janete Vaz e Sandra Costa

Janete Vaz e Sandra Costa eram amigas e formadas em bioquímica quando resolveram empreender juntas e se tornarem sócias. As duas fundaram o Laboratório Sabin, renomada empresa na área da saúde e uma referência em exames.

Quando decidiram empreender, perceberam que precisavam se capacitar para saber fazer uma boa gestão. O Sabin começou com apenas três funcionários, mas teve um rápido crescimento, alcançando mais de 2 mil colaboradores.

Hoje, o Sabin está presente em diversas cidades brasileiras e é considerado uma das melhores empresas para trabalhar, inclusive para mulheres.

5. Heloísa Assis

Conhecida como Zica Assis, Heloísa teve um início muito diferente de grande parte das mulheres que empreenderam. Nascida no Rio de Janeiro, já trabalhou como babá e faxineira e resolveu empreender quando percebeu que não havia no mercado produtos de qualidade para cabelos cacheados.

Essa dificuldade de encontrar produtos para fios cacheados se tornou o seu negócio. Sendo assim, fez curso de cabeleireira e criou sua própria fórmula para manter os fios de maneira natural.

Conseguiu criar seu produto e chamou a atenção das pessoas. Assim, abriu seu primeiro salão de beleza em 1993 com três sócios: o Instituto Beleza Natural, especializado no cuidado de cabelos crespos e ondulados utilizando produtos próprios.

O salão foi um sucesso e se expandiu, contando atualmente com mais de 40 filiais espalhadas por todo o país.

Heloisa Assis já foi incluída na lista das dez empresárias mais influentes do Brasil da revista estadunidense Forbes.

6. Madam C. J. Walker

Walker é considerada a primeira mulher a se tornar milionária nos Estados Unidos. Seu nome de nascimento é Sarah Breedlove, mas resolveu utilizar o nome do seu terceiro marido, Charles Joseph Walker.

Nasceu em 1867 e foi uma empreendedora americana. E fez fortuna na época desenvolvendo e comercializando cosméticos e produtos para cabelos de mulheres negras.

Fundou o Madam C. J. Walker Manufacturing Company, sua empresa de cosméticos, que se tornou um sucesso. Pouco tempo depois, elas se torno a primeira mulher milionária dos EUA.

7. Cher Wang

Wang é nascida em Taiwan e é considerada por muitos como a empresária mais bem sucedida da atualidade, principalmente na área de tecnologia e computação.

Ela é fundadora da HTC, uma companhia taiwanesa de tablets e smartphones. A marca já vendeu produtos no mundo todo e foi uma das primeiras a criar telefones mais tecnológicos no mundo.

Cher Wang possui um patrimônio estimado em 8 bilhões de dólares, sendo uma das mulheres mais ricas do mundo.

8. Sara Blakely

Fundadora da Spanx, uma grife de lingerie estadunidense, a empresa de Blakely conta hoje com mais de 200 produtos. Eles são vendidos em mais de 40 países ao redor do mundo.

O produto principal da companhia é uma cinta elástica modeladora, criada pela própria Sara. Blakely, inclusive,  é conhecida por testar todos os produtos da empresa para garantir a qualidade do que é comercializado.

9. Linda Rottenberg

Rottenberg é presidente e co-fundadora da famosa Endeavor, uma empresa que tem como objetivo ajudar empreendedores. Atualmente, a Endeavor é a líder mundial no apoio a empreendedores de alto impacto. Presente em mais de 20 países, no Brasil tem cerca de 8 filiais em diversas regiões do país.

Considerada como uma das maiores autoridades em empreendedorismo, inovação e liderança no mundo, Linda fez da sua companhia uma das mais respeitadas no ramo. Além disso, escreveu um livro que se tornou best-seller: “De empreendedor e louco, todo mundo tem um pouco”.

10. Oprah Winfrey

Não, Oprah não é apenas apresentadora de televisão. Ficou conhecida por apresentar o “The Oprah Winfrey Show”, programa no qual ficou à frente por 25 anos. Seu talk show se tornou a maior audiência da história da televisão dos Estados Unidos.

Entretanto, o que muitos podem não saber é que Oprah também empreende. Ela fundou a Harpo Production, uma empresa de telecomunicações que engloba empresas de rádio, cinema e televisão nos Estados Unidos.

E você, gostou de acompanhar 10 mulheres empreendedoras neste artigo? Então confira agora 7 mulheres investidoras que você precisa conhecer!