Uma equipe de sucesso é muito mais do que um grupo de pessoas que trabalham juntas. É, na verdade, um conjunto de indivíduos que compartilham dos mesmos objetivos, são interdependentes e coordenam suas atividades para que metas sejam alcançadas.

Equipes sólidas são a base de uma organização bem-sucedida, afinal, são as pessoas que estão por trás de tudo que uma empresa faz. Elas têm também a ver com o crescimento do negócio e, por esse motivo, equipes de alta performance são cada vez mais exigidas pelo mercado.

No entanto, como times de alto desempenho são criados? Sejam as equipes enxutas, como o que vemos em startups e fintechs, ou maiores, é possível, sim, melhorar a performance dos seus colaboradores. Veja como neste artigo, mas, antes:

Como saber se você tem uma equipe de alta performance?

Normalmente, os membros de equipes de alto desempenho:

  • Sabem como gerenciar conflitos;
  • Têm uma visão clara de onde estão indo e o que deve ser feito;
  • Mantêm a comunicação aberta entre si;
  • São proativos e agem a partir de prioridades claramente definidas;
  • Cooperam entre funções;
  • Recebem feedback sobre seus desempenhos;
  • Identificam e resolvem problemas;
  • Tomam decisões;
  • Compartilham responsabilidades;
  • Têm papéis e procedimentos de trabalho claramente definidos.

Essas são algumas das características de uma equipe de alta performance. Para conseguir que seus times as possuam, mostramos a seguir.

Dicas para uma equipe de alta performance

 

1. Seja um líder e não um chefe

Se você quer ter uma equipe de alta performance, o primeiro passo é deixar a imagem de chefe para trás. Em outras palavras, o passo número um a dar é abrir mão do autoritarismo e impor respeito pela autoridade.

Como explicamos neste post, enquanto o autoritarismo exerce o medo e trabalha com punição e recompensa, a autoridade é algo que vem da admiração. Colocando de outra maneira, um líder é seguido porque seus liderados o respeitam e não porque têm medo dele.

Além disso, ao ser um líder você não centraliza as decisões. Como nenhuma equipe consegue ser de alta performance se seus membros não forem independentes de seus chefes, procure encorajar as pessoas do time a avaliar dificuldades e a encontrarem soluções por conta própria. Ou seja, mostre que confia neles.

2. Valorize a coesão do time

A coesão ocorre quando os membros da equipe possuem vínculos que os ligam uns aos outros. Quanto mais coeso for, mais confiança os colaboradores do time possuem, desse modo aumentando o desempenho.

A partir do momento que são coesos, a equipe passa a ter orgulho de si mesma e percebe que o esforço de cada integrante é necessário para o sucesso em geral. Os membros, então, acreditam que o que estão fazendo tem significado e cria valor, e assim tornam-se muito mais produtivos.

3. Invista no treinamento e desenvolvimento

Quando o colaborador é incentivado a receber qualquer forma de educação ele passa a sentir-se muito mais valorizado. Mas, muito além disso, sem capacitação não existe equipe de alta performance.

É fundamental que a empresa invista em treinamentos relacionados à função do colaborador, à utilização de alguma ferramenta ou à alguma atualização de mercado.

A lógica aqui é bem simples de entender, pois para um time ter bom desempenho cada integrante precisa fazer seu trabalho muito bem feito e, na maioria das vezes, isso significa proporcionar conhecimento aos membros da equipe.

4. Crie a cultura da meritocracia

Em uma equipe de alta performance todos recebem a mesma atenção. Isso significa que os profissionais devem ser recompensados pelos seus resultados e não por qualquer relação de afinidade que você, como líder, tenha com eles.

A cultura da meritocracia estabelece chances iguais para todos. Portanto, procure por maneiras de recompensar metas batidas, projetos finalizados e resultados atingidos. A recompensa pode ser uma bonificação, promoção, aumento de salário etc.

5. Defina metas de desempenho desafiadoras

Não tem segredo: equipes de alta performance são mais energizadas, focadas, persistentes e criativas quando lidam com metas desafiadoras. Afinal de contas, elas são chamadas por esse nome justamente porque são capazes de realizar um trabalho com muito mais qualidade em menos tempo.

Como líder, cabe a você fornecer aos seus liderados os meios para fazer isso, estabelecendo metas que desafiem mas que sejam muito específicas. Uma meta de “aumentar a velocidade do tempo de carregamento da página X para menos de 0,6 segundos”, por exemplo, é muito mais específica e desafiadora do que uma solicitação genérica de “aumentar a velocidade de carregamento da página”.

6. Dê feedback

Realize reuniões individuais frequentes com os membros da sua equipe. Use o tempo para falar sobre o desempenho da pessoa e discutir os hábitos e comportamentos do indivíduo e como eles afetam a equipe.

Sempre que possível, elogie uma conquista e, quando for o caso, chame a atenção para o que precisa ser melhorado, sempre reforçando os lados positivos do colaborador.

Cada membro de uma equipe de alta performance precisa saber que seu trabalho é visto e é importante que tenham um retorno sobre o que fazem. Só assim poderão aprender e crescer mais.

Do mesmo modo que você, como liderança, dá o feedback, peça também que seus colaboradores façam o mesmo e sejam honestos com relação ao seu trabalho, modo de liderar a equipe em si e como enxergam a empresa. Lembre-se que você só terá equipe de alto desempenho quando a comunicação for honesta nas duas vias.

Se você ainda tem dificuldade em dar feedback, recomendamos este artigo: Você sabe como dar feedback aos seus funcionários?

Concluindo

“O talento vence jogo, mas só o trabalho em equipe vence um campeonato”. A frase, atribuída a Michael Jordan, mostra o quão importante é para empresas de hoje entenderem que cada integrante de seus times deve sentir-se como uma peça importante para o funcionamento do todo e o atingimento de resultados.

Uma equipe de alta performance tem essa noção, uma vez que seus membros têm coesão e sabem que para que cada um faça seu trabalho é fundamental contar com o esforço do outro.

E aí, depois de ler tudo isso você já conseguiu o que precisa ser melhorado nos seus times? Conte para nós o que achou do artigo e não esqueça de compartilhá-lo em suas redes.