A análise de concorrência é uma prática essencial e que nenhum empreendedor pode deixar de fazê-la. Isso porque, para se posicionar no mercado e encontrar boas maneiras de se fortalecer, é primordial conhecer seus concorrentes.

Conquistar espaço no mercado sempre é um desafio. Em nichos concorridos, esse mapeamento pode ser uma das chaves para entender o que cada um dos concorrentes faz para poder ter um diferencial.

Não importa se você está começando ou já tem sua marca consolidada. Nada no mercado é definitivo e devemos estar sempre atentos às mudanças e posicionamentos dos outros.

Acompanhe a leitura do artigo, entenda melhor o que é análise de concorrência e veja como aplicá-la na prática!

O que é uma análise de concorrência?

Análise de concorrência – também chamada de análise de mercado – é um estudo sobre o que as companhias concorrentes fazem para se manter funcionando.

Nesse mapeamento, deve ser identificado aspectos como: produto ou serviço oferecido, gestão comercial, posicionamento de mercado, como a marca é vista pelo público, dentre outros.

Essa prática permite:

  • tomar decisões baseadas em boas práticas de mercado;
  • identificar riscos e oportunidades que podem prejudicar ou melhorar as vendas.

Normalmente, as análises devem ser realizadas tanto no início de um empreendimento quanto durante seu funcionamento. Ou seja, esse processo deve ser feito periodicamente, pois os concorrentes não são sempre os mesmos, e a atuação de cada um pode mudar conforme o tempo e necessidade.

O que é concorrência?

Muitos acreditam que os concorrentes são apenas as empresas que oferecem o mesmo produto ou serviço. Não se trata apenas disso.

Uma organização pode ter concorrentes que oferecem a mesma solução, mas também pode competir com outras que vendem respostas diferentes para o mesmo problema ou que ofertam algo totalmente distinto.

Por exemplo, suponha que a Cacau Show considere a Kopenhagen e a Brasil Cacau os seus dois maiores concorrentes. Todas oferecem os mesmos produtos, que são chocolates.

Entretanto, a CS pode considerar também como competidores, outros estabelecimentos que vendem produtos diversos, como O Boticário e a Natura. Isso porque as pessoas podem escolher entre todas essas marcas para comprar algo e presentear alguém.

Por que é importante fazer uma análise de mercado?

A análise de concorrência pode trazer diversos benefícios para um negócio. Com esse estudo, você consegue ter uma visão completa do mercado, entende como está posicionado em relação aos concorrentes e descobre oportunidades, pontos de melhorias e traços fortes da sua empresa.

Além disso, ao observar o que os outros empreendimentos planejam, é possível verificar quais estratégias estão dando resultados e quais podem ser interessantes para aplicar no seu negócio.

Alguns podem se questionar se essa atitude é ética. Analisar o mercado não é só correto, mas totalmente necessário. Inclusive, grandes empreendedores e estudiosos aconselham, sendo primordial para saber os passos a serem seguidos.

Como fazer uma análise de concorrência?

Uma análise competitiva pode ser realizada de diversas maneiras. É possível fazer esse estudo, por exemplo, visitando o e-commerce, as redes sociais e o site; vendo citações sobre a marca na mídia ou informações do Reclame aqui, dentre outras ideias.

Confira abaixo um passo a passo para você fazer uma análise da concorrência!

Defina seus concorrentes

A primeira etapa é identificar quem são seus concorrentes no nicho em que atua. Lembre-se de incluir não apenas os que oferecem a mesma solução que você, mas os que disputam o mesmo público.

No exemplo citado anteriormente, um perfume não é o mesmo que chocolate, mas os consumidores tendem a optar por uma opção entre esses dois para presentear em datas comemorativas.

Defina seus objetivos

Após identificar os concorrentes, estabeleça um objetivo com esse mapeamento. Sem ter um propósito, o estudo não tem eficácia.

O objetivo pode ser: avaliar preços, campanhas de marketing digital, posicionamento da marca, dentre outros.

Tenha objetivos bem definidos, pois são eles que tornarão sua análise muito mais eficiente. Isto porque, dentre inúmeras possibilidades, seu olhar estará direcionado a alguns pontos específicos.

Escolha os critérios que serão avaliados

O próximo passo é definir quais aspectos serão avaliados. Por exemplo, se você escolheu analisar as redes sociais dos concorrentes, pode definir como critérios: engajamento, frequência de postagens, quantidade de tráfego que as redes levam para o blog, dentre outros.

Escolha o método de pesquisa

Você precisa estabelecer como reunirá, organizará e avaliará as informações encontradas. Existem diversas maneiras de fazer isso. A mais conhecida é a análise SWOT, que identifica as forças, fraquezas, oportunidades e ameaças da sua empresa e dos seus concorrentes.

Entregue os dados coletados para os interessados

Depois de escolher os locais digitais onde serão coletados os dados e fazer a reunião deles, é importante anotar tudo e apresentar para o grupo interessado, que pode ser a equipe de vendas ou de marketing, por exemplo.

A partir desse estudo, os responsáveis poderão desenvolver um plano de ação para melhorar o que precisam e deixar sua companhia forte perante a concorrência.

5 Ferramentas para utilizar quando for analisar os concorrentes

Analisar os concorrentes é um processo acessível. Isso porque existem diversas ferramentas gratuitas que permitem entregar boas informações sobre eles. Confira 5 delas!

1.Google Alerts

Essa ferramenta do Google permite que você crie alertas para receber os últimos conteúdos da web que falam dos seus competidores. Dessa forma, é possível ver artigos, reclamações, notícias e citações que mencionam os termos que você selecionou. Todas as informações são enviadas para o seu e-mail.

2.Buzzsumo

O Buzzsumo pode ser utilizado para descobrir os conteúdos mais compartilhados, identificar marcas, concorrentes e backlinks. A ferramenta também gera relatórios de análises por assuntos.

3.Reclame Aqui

Esse site pode ser utilizado para identificar as falhas dos seus concorrentes, bem como eles lidam com as reclamações recebidas. Verifique o que mais incomoda os consumidores e como as empresas respondem as mensagens recebidas.

4.Ubersuggest

Esse software permite verificar o desempenho dos seus concorrentes em relação ao site e blog deles. Você pode avaliar o tráfego orgânico do site, as páginas relevantes, palavras-chave utilizadas, termos que mais levam tráfego, etc. Compare os dados obtidos com os seus próprios resultados.

5.Social Mention

O Social Mention permite encontrar as principais menções sobre seus concorrentes nas redes sociais.

A análise de concorrência é primordial para seu negócio pensar em estratégias eficazes para se destacar no mercado. Por isso, não deixe de realizá-la e ficar sempre atento aos passos de seus concorrentes!

E você, já sabe o que sua concorrência fez para se destacar nesse ano? Então aproveite e veja a importância da presença digital e porque não estar na internet pode matar o seu negócio!