Você estudou sobre a jornada do cliente, mas ainda tem dúvidas sobre como fazê-la na prática? Então chegou ao post certo! Esse mapeamento não é difícil de fazer.

Para elaborá-lo, é preciso pesquisar muito sobre sua persona, as etapas pelas quais ela passa, os canais que serão utilizados, dentre outros quesitos.

O mapa deve relatar desde o primeiro contato da persona com sua marca até o momento do pós-venda. Veja neste post como fazer a jornada do cliente na prática com um exemplo simples!

Para que serve a jornada do cliente?

A jornada do cliente serve para as companhias identificarem em que fase as pessoas que se relacionam com elas estão, e o quão perto da compra se encontram.

Dessa forma, é possível definir as estratégias mais efetivas para guiá-las até o objetivo final, que é a aquisição do produto ou serviço. Esse mapa da jornada do consumidor serve tanto para o marketing quanto para as vendas.

Como fazer um mapeamento da jornada do cliente?

Precisa fazer um mapeamento da jornada do seu cliente? Então confira um exemplo de como você pode fazer o mapa da jornada do consumidor na sua empresa!

Imagine que sua companhia desenvolveu um aplicativo que organiza e demonstra detalhadamente todas as compras e despesas que uma pessoa realiza por mês.

A sua persona é: Luciano, solteiro de 32 anos que adora jogar videogame e comprar objetos relacionados ao “mundo dos games”. Compra por impulso e não tem noção de seus gastos. Seu desejo é saber controlar as despesas.

Após as pesquisas, o mapa da jornada do seu cliente seria o apresentado abaixo.

Parte 1

1.Luciano tem uma vasta coleção de itens relacionados a jogos, mas vive sem dinheiro. Até esse momento, ele está apenas procurando uma maneira de organizar os gastos de uma forma que consiga visualizá-los, principalmente os relacionados a videogames. Seu sentimento é neutro.

  1. Ele busca formas de organizar as despesas com os jogos e compartilha suas dúvidas em fóruns e comunidades.
  2. Os membros de uma comunidade recomendam o aplicativo da empresa. Nesse momento, ele sente que encontrou uma solução.
  3. Luciano acessa o site do aplicativo, conhece um pouco sobre as funcionalidades e vê o que outras pessoas dizem sobre ele. Suas expectativas aumentam.
  4. O usuário vê o preço dos planos e acredita que ele é caro. Nesse ponto, seu sentimento é negativo, mas sua jornada continua.

Parte 2

  1. Luciano resolve usar o teste grátis de 15 dias. Nesse momento, o sentimento volta a ser neutro.
  2. Durante o teste, o usuário descobre que consegue adicionar tags aos gastos e criar categorias separadas, como uma inteiramente para os jogos.

Nessa etapa, Luciano busca outras soluções para comparar, mas percebe que elas não permitem dividir as despesas de maneira tão segmentada e criar categorias para adicionar todos os utensílios comprados por mês.

  1. Ao terminar o teste, resolve fazer uma assinatura mensal porque viu que o app era o que mais lhe atendia. Assim, consegue repensar melhor seus hábitos de consumo.
  2. Após a compra, ele é colocado em um programa de fidelidade que dá descontos em algumas lojas quando o usuário consegue bater metas de diminuir as despesas nas categorias em que mais gasta.
  3. Luciano começa a fazer recomendações positivas do aplicativo para seus amigos.

Viu como fazer a jornada do cliente na prática é simples? Agora, utilize esse exemplo, faça sua pesquise e elabore o seu mapa!

Aproveite e veja 8 dicas incríveis para escolher uma empresa de produção de conteúdo e aumente sua visibilidade online!