Para quem olha de fora, empreender parece um caminho fácil e leve. Criar uma empresa que faça algo que você gosta até soa como um sonho. É a oportunidade perfeita para ir atrás da sua paixão, do seu propósito de vida, ganhar experiência e – o melhor – ter flexibilidade e criar sua própria rotina.

Mas, o que olhos destreinados não conseguem enxergar é que abrir um negócio é como começar um relacionamento: a pessoa tem que renunciar a algumas coisas, assumir o compromisso e investir tempo e esforço caso queira que dê certo.

Por isso, se você pensa em ter sua própria empresa, veja aqui o que saber antes de empreender.

Avalie-se

Para embarcar no empreendedorismo você terá que saber se possui o estado de espírito certo para começar um negócio próprio. Basicamente, empreendedores:

  • São perseverantes;
  • Estão dispostos a correr riscos;
  • São confiantes;
  • Tomam iniciativas; e
  • Dedicam boa parte de seu tempo ao negócio.

Além disso, é importante verificar o momento de vida em que você se encontra. Isso não é necessariamente uma regra, mas como existem riscos envolvidos, uma pessoa com filhos pequenos precisa ser mais cautelosa que uma sem.

Sem contar que, como abrir e manter um negócio exigirá muito do seu tempo, caso seja casado converse com sua família a respeito e peça a opinião deles.

Verifique sua saúde financeira

A verdade é que é bem provável que seu negócio demore um pouco para ganhar dinheiro. Esta é a razão da saúde financeira ser um item que você deve considerar com muita atenção antes de empreender.

Por esse motivo, muitos especialistas recomendam que antes de abrir uma empresa a pessoa tenha dinheiro para mantê-la por um ano. A fim de calcular quanto você precisará para manter seu negócio mensalmente, faça uma previsão dos gastos que terá.

Comece avaliando quantas pessoas precisará para iniciar o negócio (para verificar quanto gastará com salários), onde a empresa estará localizada (para ter uma ideia do aluguel), quanto gastará com impostos, contas e despesas gerais.

Na hora de calcular os gastos, pense também em itens como marketing digital e contabilidade. Especialmente o marketing é negligenciado, porque muitos empreendedores o enxergam como uma despesa ao invés de um investimento. Todavia, se o seu negócio não for divulgado, como os clientes chegarão até você?

Desse modo, quando for fazer a previsão de desembolsos, considere tudo o que você precisa para fazer seu negócio funcionar.

Faça o mesmo com as estimativas de receitas. Mas para não ser pego de surpresa no meio do caminho, seja conservador com relação às previsões de vendas.

Escute seus clientes (ou futuros clientes)

Da lista de “o que saber antes de empreender”, pensar nos clientes é algo que muitos desconsideram. Para começo de conversa, se você pensa em começar um negócio terá que definir o público-alvo.

Todavia, empreender não é apenas escolher um público e direcionar seus esforços para ele. Trata-se igualmente de oferecer uma solução para um problema, adaptar-se quando algo não estiver funcionando e ouvir o que os clientes têm a dizer.

Com toda certeza eles serão uma parte essencial do sucesso do seu negócio. Então, antes de iniciar sua empresa, estude bem o seu público-alvo. Converse com eles, veja o que eles precisam, quais necessidades querem ver supridas e o que eles esperam de uma empresa como a sua.

Saiba dizer não

É necessário ter muito mais coragem para dizer “não” do que “sim”. Quem vai empreender precisa saber antes de abrir um negócio que ouvirá muitos pedidos.

Em algumas vezes, pode ser um cliente com uma demanda que você não atende. Em outras, pode ser que sua capacidade máxima tenha sido atingida e não será possível fechar um novo contrato sem que a empresa cresça primeiro.

As situações nas quais exigirão de você uma resposta serão inúmeras. Por isso, esteja preparado para dizer vários “nãos” na trajetória.

Tire tempo para si

Ok, empreender é algo que exige toda nossa atenção. Mas isso não significa que você não deva fazer pausas e tirar um tempo para si. Inclusive, as pausas servirão para colocar a cabeça no lugar caso esteja enfrentando por alguma dificuldade e/ou precise tomar decisões.

Mantenha uma rotina que permita que você foque no seu negócio ao mesmo tempo que pratica esportes, passa algumas horas com família e amigos, medita, passeia, etc. Lembre-se que cuidar de si mesmo é também cuidar da sua empresa.

Invista em educação

Mesmo que em algum momento sua empresa tenha pessoas especializadas em diversas áreas, é recomendado que antes de empreender alguns conhecimentos sejam adquiridos. Busque saber sobre gestão de negócios, marketing, recursos humanos, estratégias de vendas, entre outros. Isso será importante por dois motivos.

O primeiro deles é que nas fases iniciais é bem provável que você, como dono, assuma mais de uma função. O segundo é que, quando for contratar, como saberá o que buscar em uma pessoa de vendas se não entende nada da área?

E, claro, não esqueça de manter-se especializado naquilo que sua empresa oferece. Se for produção de conteúdo, por exemplo, esteja sempre a par das novidades da área.

Hoje em dia existem várias formas de nos mantermos atualizados e muitas são gratuitas. Uma delas é através de blogs, como este da ABContent. Diariamente publicamos novos conteúdos para ajudar empresas como a sua a crescer. Não deixe de ler os novos artigos!

E se este post foi útil a você, ajude outra pessoa a ganhar conhecimento: compartilhe-o com seus colegas em suas redes sociais!