Encontrar o ponto de equilíbrio de uma empresa é mais um dos desafios que empreendedores precisam enfrentar. Afinal, equilibrar ganhos e desp esas pode ser complicado, mas se você faz uma boa gestão financeira, poderá se organizar para aumentar o lucro do negócio depois que encontrar o ponto de equilíbrio.

Esse indicador permite entender o quanto a companhia precisa vender para manter-se saudável. Quer saber mais sobre o assunto?Confira mais sobre ele nas linhas abaixo!

O que é ponto de equilíbrio?

O ponto de equilíbrio, também conhecido como Break Even Point ou pelas iniciais PE, é um ponto de igualdade financeira no qual as despesas e as receitas se encontram em um mesmo período.

Ou seja, é o valor ou quantidade de produtos ou serviços que a empresa precisa vender para ter de lucro suficiente para cobrir custos com todas as despesas. No ponto de equilíbrio não há lucro nem prejuízo.

Por meio desse indicador, você saberá qual deve ser o seu faturamento mínimo mensal para cobrir todos os gastos e despesas fixas e variáveis do empreendimento.

Existem, ainda, algumas variações de cálculo para tornar o indicador mais coerente com a sua organização: contábil, financeiro e econômico. Entenda um pouco sobre cada um:

Método Contábil

Esse é o mais utilizado. No cálculo do ponto de equilíbrio contábil, leva-se em consideração que: receitas – despesas = zero. Dos três, esse acaba sendo o mais utilizado por ser mais simples e claro de entender que os dois seguintes.

Método financeiro

Nesse segundo tipo de cálculo, as receitas que não são desembolsos ou entradas de caixa devem ser retiradas de todas as receitas e despesas contabilizadas. Assim, o indicador fica compatível com o caixa da companhia.

Receitas e despesas que são contabilizadas mas que não representam saída ou entrada de recursos podem ser: depreciação, variação cambial, dentre outros.

Método Econômico

No ponto de equilíbrio econômico deve ser considerado o custo de oportunidade do dinheiro utilizado. Dessa forma, é possível ter uma visão do lucro mínimo que o empreendimento precisa ter, tendo em vista que ele aplicou os recursos no negócio.

Como calcular o ponto de equilíbrio?

A seguir, confira como calcular o ponto de equilíbrio pelo método contábil, que é o mais simples de entender entre os três apresentados. Confira os 4 passos para o cálculo abaixo:

  1. Separe os custos e despesas fixos dos custos e despesas variáveis.
  2. Divida o custo variável total pela receita total das vendas dos produtos ou serviços.
  3. Com o resultado do passo 2, subtraia 1.
  4. Divida o resultado obtido no passo 3 pelo valor total dos custos e despesas fixas. O resultado obtido nesse passo será o ponto de equilíbrio da sua organização.

A seguir, confira um exemplo na prática desse cálculo:

  • total do custo fixo e despesas: R$10.000,00;
  • valor total do custo variável: R$15.000,00;
  • total das vendas: R$25.000,00;
  • percentual do custo variável: 15.000/25.000 = 0,6
  • subtraia 1: 1 – 0,6 = 0,4

Ponto de Equilíbrio Contábil = Custos e Despesas Fixas/Margem de contribuição

PE contabil = 10.000/ 0,4 = 16.666,66.

Ou seja, no exemplo do cálculo, deve ser vendido, pelo menos R$16.666,66 reais por mês para que a sociedade fique no ponto de equilíbrio. Isto é, no “zero a zero” entre receitas e despesas. Então, seria necessário vender mais que isso para obter lucro e um saldo positivo superior.

Concluindo

Encontrar o ponto de equilíbrio de uma empresa não é complicado e pode ser utilizado como um indicador para que seu negócio saiba o valor mínimo do qual deverá partir para obter lucro e ficar longe de prejuízos.

Portanto, se você ainda não sabe o ponto de equilíbrio da sua companhia, calcule-o agora mesmo para ter noção do mínimo necessário!

Gostou do artigo? Continue seu aprendizado para melhorar suas habilidades em gestão! Confira agora 4 metodologias de gestão empresarial que você precisa conhecer!