Identificar quem são os seus clientes em potencial é fundamental para o sucesso de sua empresa. Afinal, esse conhecimento permite direcionar os seus esforços de marketing e vendas, gerando mais resultados para o seu negócio.

Nesse sentido, é possível focar na persona e no público alvo — mas você sabe a diferença entre os conceitos? Por possuírem semelhanças entre si, é comum que as pessoas confundam os dois. Com isso, os profissionais podem não saber quais as melhores aplicações para cada um.

Por isso, entender a diferença entre os conceitos é essencial. Neste post, você conhecerá a definição dos termos persona e público-alvo e no que eles se diferem. Confira!

O que é público-alvo?

Como ponto de partida, é preciso conhecer o conceito de público-alvo. Ele é um grupo específico de pessoas que compartilham características em comum e demonstram interesse no produto ou serviço que você oferece.

Essa representação geral é construída a partir das seguintes informações obtidas por meio de pesquisas de mercado:

  • geográficas: é a localização do cliente, como país, estado, cidade e bairro;
  • demográficas: são dados genéricos sobre o cliente, como idade, sexo, estado civil e renda;
  • psicográficas: são os fatores psicológicos do consumidor, como personalidade, crenças, valores, desejos e aspirações;
  • comportamentais: são os padrões de comportamento de consumo do usuário, como taxa de uso de um serviço, ocasião de consumo e fatores que influenciam o processo de compra.

Para entender melhor o que é um público-alvo, confira um exemplo: mulheres, entre 20 a 35 anos, com ensino superior completo e que faturam entre R$ 5 mil e R$ 10 mil. Elas moram em regiões metropolitanas, priorizam a qualidade do serviço prestado e têm o hábito de comprar pela internet.

O que é persona?

Depois de compreender o que é público-alvo, fica mais fácil entender o termo persona — também conhecido como buyer persona. Ela é um personagem semi-fictício que representa o cliente ideal do negócio e está dentro de seu público-alvo.

Por isso, a persona pode ter dados semelhantes aos do mercado alvo da sua empresa. Porém, ela inclui detalhes mais aprofundados sobre o estilo de vida, as necessidades específicas e as características comportamentais desse público.

Ademais, a persona possui um nome fictício para humanizar a representação do seu consumidor ideal. Assim, algumas das informações utilizadas na construção da persona são os dados já abordados pelo público-alvo.

Contudo, ela também deve conter:

  • hobbies;
  • estilo de vida;
  • nome do comprador;
  • redes sociais favoritas;
  • ambições e objetivos profissionais;
  • dores relacionadas ao seu produto ou serviço.

Considerando o exemplo anterior, a persona poderia ser: Carolina, tem 35 anos, é formada em direito e trabalha em um escritório de advocacia de médio porte. Ela ganha entre R$ 5 mil e R$ 10 mil, mora em São Paulo, é solteira e se considera realizada profissionalmente.

Além disso, Carolina acompanha grandes portais de notícias para estar sempre atenta às novidades do mercado. Ela tem dificuldade para controlar o orçamento e assume dívidas facilmente, mas deseja abandonar esse hábito por ser prejudicial às suas finanças.

Qual é a diferença entre persona e público-alvo?

Ao compreender os conceitos de persona e público-alvo, é possível perceber que há semelhanças entre os dois termos — como as informações básicas sobre os consumidores alvos de uma empresa. Contudo, há também diferenças fundamentais entre eles e é importante conhecê-las.

Uma delas é o nível de detalhes sobre o perfil de cliente ideal para o seu negócio. Como você viu, o público-alvo levanta informações mais gerais sobre os consumidores que podem ter interesse no seu produto ou serviço. Já a persona faz um detalhamento maior sobre quem são essas pessoas.

Ainda, a diferença entre persona e público-alvo pode ser notada em relação ao seu uso. Isso acontece porque as estratégias de marketing digital utilizam informações sobre os clientes em níveis diferentes. Logo, cada conceito pode se adequar melhor a uma técnica específica.

Por exemplo, no marketing de conteúdo, os artigos são direcionados para públicos muito específicos. Então, nesse caso, utiliza-se a persona. Já no tráfego pago as informações podem ser gerais. Portanto, aqui, é preciso ter somente um público-alvo já desenhado.

Qual a importância da persona e do público-alvo para o seu negócio?

Agora que você já sabe a diferença entre persona e público-alvo, é hora de entender a importância dos termos para o seu negócio. Um dos elementos relevantes é a possibilidade de direcionar os esforços de marketing e vendas de maneira mais eficaz.

Isso porque as informações dessas representações auxiliam no desenvolvimento de soluções direcionadas para as necessidades de seu cliente. Além disso, elas servem para estabelecer uma comunicação eficiente com o público. Assim, você tem mais chances de alcançar o resultado esperado.

Com a definição da persona ou do público-alvo, também é possível ter vantagem competitiva. Ao oferecer produtos e serviços que resolvam os problemas dos consumidores, você pode se destacar no mercado. Logo, existe a possibilidade de se destacar em relação aos concorrentes.

Outro ponto de importância é a possibilidade do aumento da receita. Ao chamar a atenção dos consumidores, você pode conquistar mais clientes para o seu negócio. Ademais, oferecendo uma solução diferenciada, as chances de retenção são maiores — o que se traduz em novas vendas.

Como definir sua persona e seu público-alvo?

Para criar sua persona ou seu público-alvo, você deve realizar pesquisas de mercado para identificar as características do seu cliente ideal. Ao realizar essa busca, tente levantar informações como idade, gênero, comportamento de consumo, dores e desejos, dentre outros dados.

Em seguida, é necessário criar grupos com características similares para identificar os dados que mais se repetem. Feito isso, é hora de definir o seu público-alvo e, então, refinar a sua análise para criar a persona do seu negócio.

Neste artigo, você viu qual é a diferença entre persona e público-alvo e como essas representações do seu cliente em potencial são fundamentais para uma estratégia de marketing e vendas. Portanto, não deixe de construí-las para a sua empresa!

Gostou do conteúdo? Compartilhe este artigo nas suas redes sociais para que os seus amigos também entendam a diferença entre persona e público-alvo!