Você provavelmente já sabe que buscadores online, como o Google, Yahoo ou Bing, são ferramentas essenciais nos dias de hoje. As pessoas utilizam esses recursos para procurar informações sobre os mais diversos assuntos.

Também é por meio deles que os clientes encontram empresas e prestadores de serviço. Então, a internet acabou se transformando em um espaço privilegiado de marketing. Mas como utilizá-lo da melhor forma? Entendendo de otimização SEO!

É essa técnica que ajuda, por exemplo, a fazer com que os conteúdos ligados ao seu negócio apareçam nas primeiras páginas dos buscadores — o que aumenta muito as chances de que alguém clique no link e entre no seu site. Que tal saber mais sobre isso?

O que é SEO?

A organização dos links que aparecem entre os primeiros resultados em mecanismos de busca não é feita de modo aleatório. Sites como Google têm processos automatizados para analisar os conteúdos publicados na internet e selecionar os mais adequados para cada busca.

Então, considerando isso, nada mais inteligente do que conhecer esses padrões automatizados para saber como posicionar melhor a sua empresa nos buscadores, certo? Afinal, a maioria das pessoas quer agilidade quando procura por informação — e isso significa clicar preferencialmente nos primeiros links.

A técnica de otimização de SEO tem tudo a ver com isso. A sigla representa as palavras Search Engine Optimization, em inglês. Ela consiste em estudar os algoritmos dos buscadores para melhorar o rankeamento — ou seja, a posição que uma página aparece nos resultados do mecanismo de busca.

Por que a otimização SEO é importante?

Agora você já sabe em que consiste a técnica de SEO. Mas será que ela é mesmo tão importante para as empresas? Em primeiro lugar, é preciso falar que ter presença online hoje em dia é praticamente indispensável para qualquer negócio que queira se manter no mercado.

Se antes as pessoas escolhiam lojas e prestadores de serviços pesquisando perto da sua casa ou por meio de indicação com amigos, atualmente uma busca rápida na internet resolve tudo. É assim que grande parte dos brasileiros decide onde comprar ou quem contratar.

Então, por que sua empresa abriria mão de um marketing online? Fazer isso significa perder muitas oportunidades.

Depois de se convencer desse ponto, alguns empreendedores podem achar que basta pagar por anúncios nos buscadores, em vez de usar as técnicas de SEO. De fato, isso pode lhe fazer pular muitas posições e colocar seu link logo no início da lista.

Mas você sabia que isso não significa necessariamente um bom alcance? Na verdade, apenas 10% das pessoas clicam nos conteúdos anunciados. A grande preferência é por links orgânicos — isto é, aqueles que não estão pagando pelo anúncio.

Além disso, os cliques são maiores no primeiro link da lista e pouquíssimas pessoas vão até a segunda página do buscador. O que isso significa para sua empresa? Que é preciso produzir conteúdo e saber rankear bem para conquistar a atenção de possíveis clientes online.

Em resumo, é necessário entender de otimização SEO. Essa técnica lhe ajuda a ganhar visibilidade, aumentar seu destaque em relação aos concorrentes e conseguir mais leitores (e potenciais consumidores) ao longo do tempo.

Como utilizar essa estratégia?

Depois de entender o que é o SEO e qual é a importância de otimizá-lo no seu negócio, fica a grande dúvida: como fazer isso? O primeiro passo é produzir conteúdo de qualidade. Lembre-se de que você está publicando informações para atrair leitores e clientes.

Portanto, o texto deve ser verdadeiro e trazer dados relevantes para o seu público-alvo. Compartilhar afirmações equivocadas ou incompletas compromete não só a otimização de SEO, mas também a imagem da sua empresa.

Além desse cuidado, confira dicas para usar o SEO da melhor forma e alavancar suas vendas.

Entenda o funcionamento dos buscadores

Só existem técnicas de otimização de SEO porque existem os algoritmos dos buscadores online. Logo, conhecer a lógica deles é essencial — com foco especial no Google, o principal mecanismo de busca utilizado no Brasil e no mundo.

Infelizmente, escrever conteúdos de alta qualidade não é suficiente para figurar entre as primeiras posições da lista de resultados. Você precisa, além de ter ótimos textos, escrevê-los de maneira que o buscador entenda o quanto eles são bons.

Então, é necessário saber quais são os critérios utilizados para isso. O próprio Google oferece dados estatísticos que podem ajudar muito nessa análise — como os recursos do Google Webmaster e Google Analytics.

Saiba escolher palavras-chave

Um dos fatores mais relevantes para os algoritmos dos mecanismos de busca é a palavra-chave. Não poderia ser diferente, já que ela é o primeiro contato que o usuário terá com o buscador. Para você, isso significa que seus conteúdos devem fazer bom uso dos termos centrais.

O Google e outros buscadores entenderão que um post é relevante para determinada palavra-chave quando identificam o uso frequente e contextualizado desse termo. Por exemplo, um texto sobre robôs de investimentos precisa ter um bom volume dessas palavras ao longo do conteúdo.

Mas atenção: isso não significa repetir os termos de forma desenfreada. Quando isso é feito, o buscador pode entender como algo forçado. Além disso, saber escolher as melhores as palavras-chave para o seu negócio também é essencial.

Otimize o título do conteúdo

O título que o post do seu site recebe é mais um elemento de muita importância no rankeamento dele. O ideal é que seja uma frase objetiva, que deixe claro o intuito do conteúdo e que chame o leitor para encontrar a resposta que ele procura.

Para isso, um cuidado relevante é em relação ao tamanho: de preferência, seu título deve ter menos de 55 caracteres. Também vale a pena incluir uma meta descrição no texto — se possível, com no máximo 150 caracteres.

Tenha cuidado com plágios

Evite ao máximo que os seus conteúdos estejam muito parecidos com os de sites concorrentes. O Google pode entender isso como plágio e punir o seu link, colocando-o em posições bastante desvantajosas no buscador.

Uma boa estratégia para controlar esse risco é conhecer o material produzido pela concorrência. Assim, você avalia o que seus concorrentes têm publicado e garante que está produzindo conteúdos originais e mais completos do que eles.

Percebe como a otimização de SEO envolve diversos detalhes? Nem sempre é fácil entender tudo sobre esse assunto, mas vale a pena estudá-lo cada vez mais. Assim, será possível aproveitar os resultados que essa técnica pode trazer!

Se você sentir dificuldade para otimizar seus conteúdos e produzir artigos de valor e especializados para seu público-alvo, que tal contratar uma empresa especializada para fazer esse trabalho sem erros? Entre em contato conosco!