As redes sociais concentram muitas pessoas em um ambiente digital. Dados de mídias como Facebook e Instagram apontam para um número gigantesco de usuários, inclusive de pessoas que estão ativas diariamente nas plataformas.

Ao longo dos últimos anos, redes se tornaram o epicentro das discussões sobre os mais variados temas, a central de compartilhamento de conteúdos cômicos e, claro, um canal muito poderoso para publicidade e marketing.

Este último item justifica a presença massiva das marcas e empresas nas redes sociais por meio de seus perfis corporativos. Trata-se de um recurso para ampliar a comunicação com clientes, compartilhar informações úteis sobre seus produtos e serviços e vender mais.

E tudo se resume a uma palavra quando o assunto é a presença digital das empresa: engajamento. Toda a marca deseja ver o público de sua página interagindo com seus conteúdos, compartilhando-os e fazendo com que eles “girem pelas timelines”. No post de hoje vamos falar sobre engajamento e interações nas redes e como fazer para ampliá-las. Confira!

1. Conheça o perfil do público

Não existe formas de abordar o engajamento e a interação nas redes sociais sem começar com essa dica. Reflita: como esperar que as pessoas interajam com conteúdos que não interessa?

Toda estratégia de marketing digital começa com a análise da audiência e a criação de personas. Estamos falando de um procedimento padrão para a criação de conteúdos que chamam a atenção e despertam a interação.

Tenha em mente quem compõe seu público-alvo, quais são as suas características principais e, a partir desse conhecimento, parta para o desenvolvimento das ações nas redes sociais.

2. Use hashtags, mas cuidado com a contextualização

O uso de hashtags é recomendável para que seja possível encontrar o seus posts com base em uma busca por um determinado assunto.

Muitas empresas e perfis de pessoas públicas utilizam hashtags de forma indiscriminada e até meio “forçada”. Esse comportamento não passa despercebido pelo grande público, e não é recomendável.

Aplique hashtags contextualizadas e que podem gerar engajamento com pessoas que estão em busca dos temas que você está produzindo. Você pode procurar as hashtags mais importantes do momento e analisar como elas se relacionam com as suas postagens, mas tenha sempre um senso crítico no momento da seleção.

3. Qualidade de conteúdo é fundamental

Não espere engajamento positivo de conteúdos ruins. O capricho com a qualidade das informações transmitidas ao público-alvo é tarefa indispensável para empresa que pretendem atingir bons níveis de engajamento.

As pessoas podem até interagir com posts de baixa qualidade, mas com certeza não serão reações positivas, ou seja, não vão gerar novas oportunidades de negócio.

Fique muito atento à qualidade dos posts compartilhados no perfil da empresa para evitar que sejam compartilhadas informações equivocadas ou opiniões controversas e capazes de gerar críticas e repressões.

4. Fique atento ao mundo ao seu redor

Por mais que seus conteúdos tenham que estar inseridos dentro de um contexto, nada impede que uma empresa explore os principais acontecimentos do momento e criar conexões entre eles e as atividades empresariais.

Essa estratégia não funciona só para atrair a atenção das pessoas, ela também cria a oportunidade da empresa se posicionar como autoridade. Vamos pensar no seguinte exemplo: uma empresa de equipamentos ortopédicos escreve um texto com dicas para evitar contágio com o novo coronavírus.

Mesmo que seu nicho de mercado sejam pacientes com lesões físicas, ao ingressar em um assunto que é mundialmente discutido, o engajamento se amplia, já que se trata de um tema que todos estão comentando e querendo saber mais.

Se há a possibilidade de criar um “gancho” entre assuntos do cotidiano e a atividade empresarial, então, explore essa possibilidade.

O ponto de atenção aqui fica por conta da qualidade. Se ele não apresentar boas informações, o efeito será inverso do esperado e a credibilidade da empresa pode cair e o engajamento atingido vai ser menor e mais focado em críticas.

5. Capriche no conteúdo, mas não esqueça do visual e dos formatos

Conteúdos visualmente atrativos são mais convidativos para o público e garantem um engajamento mais amplo. Combinar boas imagens com textos também é uma saída bem interessante para chamar a atenção, inclusive em redes sociais como o Instagram.

E não podemos deixar de falar sobre os vídeos. Eles são os formatos mais consumidos da internet. De acordo com pesquisas feitas no EUA, em 2018, 85% de todos os usuários da internet no país consumiram vídeos online todos os meses.

Com tanta audiência e uma capacidade sem igual de mesclar conteúdos visuais e textuais, os vídeos são os campeões de engajamento, mas aqui vale um ponto de atenção: o vídeo precisa ter uma boa qualidade para gerar o impacto positivo desejado pela empresa.

6. Abuse da criatividade e do capricho para construir bons CTAs

Os call to action são as chamadas para a interação em um conteúdo. Trata-se de uma estratégia simples para engajamento, mas simplicidade não significa falta de qualidade.

Se a empresa está propondo a conversão, o convite deve ser bem feito! Seja criativo, contextualize o CTA com o restante do post e seja claro na proposta de conversão para obter níveis de engajamento otimizados.

7. Mantenha constância nas publicações

Um dos jeitos de ter mais engajamento nas redes sociais é por meio da insistência. Calma, não estamos falando de ser inoportuno com a audiência, mas sim de se fazer presente no feed das pessoas.

Conforme a empresa adota uma frequência de postagem, o público vai se acostumando com os conteúdos compartilhados. Pouco a pouco, as chances de engajamento vão se ampliando conforme as pessoas têm contato com os posts prévios e atuais e se familiarizando com a presença da empresa em seu feed de notícias.

O engajamento de parte do público é como uma pescaria. É preciso ter paciência e usar boas iscas até conseguir fisgar a atenção.

Última dica: poste com frequência, mas não é preciso bombardear a audiência com postagens o tempo todo. Se a empresa adota uma postura de overposting, há grandes possibilidades de aumento da rejeição e escassez de engajamento.

Gerar engajamento é uma tarefa que demanda sensibilidade com os temas, conhecimento amplo sobre o público e qualidade. Conforme a empresa toma atenção e executa melhorias nesses 3 pilares, os índices de engajamento tendem a crescer e atingir as metas desejadas pela instituição.

E se a sua empresa ainda não encontrou a solução ideal para criar conteúdos de qualidade, que tal conhecer um pouco mais sobre as estratégias da AB Content?

Entre em contato com nossos consultores para saber como nossa equipe pode agir em prol dos seu resultados de marketing!