Há aquele velho ditado que diz que uma imagem vale mais do que mil palavras. Ele pode ser aplicado para diversas situações, mas não quando o assunto é marketing digital e as estratégias empresariais.

Por mais que um bom plano de ação de marketing envolva o uso de imagens, seja para posts em redes sociais ou para ilustrar sites e blog posts, não é possível abdicar da comunicação escrita para conseguir bons resultados.

Ela é fundamental não apenas no marketing, mas no dia a dia corporativo. A utilização da comunicação escrita no cotidiano pessoal e profissional é importante para registrar diversas ações realizadas e também para transmitir informações de modo mais completo.

No post de hoje, você vai encontrar informações sobre a importância da comunicação escrita nas empresas e o que define as comunicações estruturadas pelos uso de recursos textuais. Boa leitura!

Afinal, qual é a definição de comunicação escrita?

Definir o que é comunicação escrita parece algo desnecessário, contudo, é fundamental ter esse conceito bem estruturado.

Dentro do contexto organizacional, a linguagem tem o papel de instrumento de trabalho, sendo necessária para cumprir tarefas e manter a ordem dentro da empresa.

A linguagem escrita tem como finalidade preservar detalhes de um processo comunicacional. Ela funciona como um registro daquilo que foi acordado e do conhecimento que é transmitido de um lado para o outro.

As formas de comunicação escrita são bastante diversas, e podem ser direcionadas de três maneiras.

A primeira seria de dentro para fora da empresa, ou seja, quando a instituição se comunica com agentes externos, como clientes ou fornecedores.

O segundo direcionamento é o oposto do primeiro, quando a comunicação escrita ocorre de fora para dentro (por exemplo, quando pessoas se comunicam com a empresa).

A terceira forma é a comunicação que ocorre internamente, quando há a interação entre agentes que formam o corpo empresarial.

Essa variedade de direcionamentos abre margem para que sejam elaboradas diferentes formas de se comunicar, desde e-mails entre departamentos até ações de marketing de conteúdo, focadas na atração e retenção do público-alvo, visando transformá-los em clientes.

E por que ela é tão importante?

Simples, pelo fato de que se trata de uma das formas mais tradicionais de se transmitir conhecimentos e interagir com pessoas.

Mesmo em um mundo repleto de soluções comunicacionais mais ágeis (como os áudios do WhatsApp, por exemplo), a comunicação escrita é indispensável pelo fato de ser consultiva, ou seja, sempre que preciso é possível recorrer ao texto para retomar o assunto tratado.

Isso é possível com áudios e vídeos também, contudo, a comunicação escrita é muito mais utilizada como recurso de registro e formalização de interações, ordens empresariais, diálogos corporativos, etc.

E também não podemos nos esquecer de seu viés estratégico. A comunicação escrita abre para uma empresa a possibilidade de estabelecer ações de marketing como nenhuma outra forma consegue.

Sim, mais uma vez, você pode estar pensando “mas eu tenho vídeos e recursos multimídia à minha disposição, por que focar em textos?”, a questão é que a comunicação escrita é muito mais rápida de ser produzida e, quando bem executada, não deixa nenhum tipo de dúvidas em relação à mensagem transmitida.

Além do mais, sempre que ocorre qualquer tipo de questionamento, um texto pode ser consultado novamente, a fim de sanar as dúvidas.

Por fim, é preciso pensar na estratégia. Os textos ajudam no ranqueamento das páginas do seu site, permitindo que elas sejam encontradas com mais facilidade pelas pessoas.

O uso de palavras-chave é essencial no marketing digital. Sem uma comunicação escrita, não há como explorar os recursos de SEO que tanto auxiliam no posicionamento estratégico das empresas no universo digital e conectado.

Quais produtos eu posso criar com comunicação escrita?

Existem uma grande variedade de recursos que podem ser explorados por meio da comunicação escrita, veja mais sobre alguns dos mais recorrentes:

A comunicação escrita aplicada dentro da empresa

Dentro do cotidiano corporativo, a comunicação escrita é muito utilizada para registrar ações, acordos e orientações, sejam elas vindas de superiores ou pares profissionais.

Vamos a um exemplo simples. Um coordenador de vendas pede a um de seus vendedores o relatório de resultados do último mês.

Ao transmitir um e-mail requisitando tal documento, é criada uma espécie de “prova” que a demanda existe, sendo assim, não há como o vendedor alegar que não foi avisado sobre sua tarefa.

O uso de e-mails e memorandos sempre vai ser utilizado como forma de atestar ações empresariais, a fim de evitar que haja ruídos na transmissão de mensagens importantes, como o exemplo citado acima.

Além do ato de registro, a comunicação escrita pode ser usada internamente para:

  1. ações de endomarketing;
  2. campanhas de segurança interna;
  3. definição de normas e orientações corporativas;
  4. transmissão de conhecimento dentro da empresa (materiais de instrução, planos de treinamento, etc);
  5. produção de documentos fundamentais (contratos de fornecimento, rescisões contratuais, registros de produtividade, controles operacionais, acordos comerciais, etc).

A comunicação escrita vinda da empresa para o público-alvo

Por meio de textos, uma empresa abre possibilidades de divulgar seus serviços e produtos e de apresentar aos potenciais clientes um pouco mais sobre a filosofia corporativa, a forma de trabalhar e os diferenciais competitivos.

Junto com essas informações fundamentais, é por meio da escrita que se estabelecem comunicações formais.

Elas são muito úteis no momento da conversão de um lead em cliente, como é o caso de contratos, propostas de fornecimento de serviços ou vendas de produtos e apresentações institucionais.

E não podemos nos esquecer do marketing digital! Por mais que seja possível utilizar outros recursos, como vídeos, imagens, gifs e fotos, a comunicação escrita é a responsável por viabilizar muitos das produções envolvidas nas estratégias de captação de clientes. Se destacam aqui:

  1. blog posts;
  2. materiais ricos como e-books, whitepapers e infográficos;
  3. landing pages;
  4. posts com foco em storytelling;
  5. anúncios em sistemas de busca;
  6. anúncios em redes sociais.

Vale ressaltar que sem comunicação escrita não se estabelece a lógica do marketing de conteúdo, tampouco a metodologia do funil de vendas, que é muito utilizada para coordenar as principais ações de captação de clientes e controle de vendas.

A comunicação escrita vinda do público-alvo para a empresa

Para fechar, vamos falar da comunicação escrita que se estabelece das pessoas para as empresas. Ela é quem fornece subsídios para que um cliente em potencial possa interagir com a empresa por diversos meios, inclusive os mais estratégicos, como formulários de contato e e-mails.

A ideia das ações de marketing digital é que as pessoas encontrem a empresa, se interessem pelo que ela pode oferecer e fechem negócios, certo? Pense como isso tudo é possível sem usar a comunicação escrita.

É quase impossível formalizar o interesse e sacramentar negócios sem o uso de textos, além do mais, é por meio deles que as pessoas podem recorrer à empresa para sanar suas principais dúvidas e estabelecer um atendimento mais formal.

Posso contar com serviços profissionais para minha comunicação escrita?

É possível contratar uma empresa especializada em conteúdos digitais para desenvolver os principais textos que a instituição utiliza em seu site, blog e também em posts, landing pages e anúncios digitais.

Na verdade, essas comunicações são tão estratégicas e demandam um tanta criatividade que é altamente recomendável que sejam desenvolvidas por profissionais.

Dessa forma, a empresa assegura que seu discurso esteja bem orientado para o público, criando um poder de atração suficientemente forte para engajar o público e fazer com que ele interaja com a empresa.

Como você pôde ler, a comunicação escrita é indispensável na elaboração das estratégias de marketing, por essa razão, sua empresa deve apostar em conteúdos de boa qualidade sempre que quiser gerar autoridade e estabelecer uma relação de confiança com seus clientes e com o público-alvo.

Agora que você já sabe mais sobre a importância da comunicação escrita e como ela pode ser estabelecida nas relações corporativas, deixe sua opinião!

Compartilhe suas impressões sobre as necessidades de comunicação escrita no universo corporativo e aproveite para exercitá-la no seu comentário!