O marketing digital é uma das estratégias de atração, captação e retenção de clientes mais utilizadas em todo o mundo. Essa aplicação massiva tem uma razão: ela dá resultado.

Muitas empresas potencializaram seus resultados e ampliaram o valor de suas marcas com base em táticas envolvendo a distribuição de conteúdos na web, a utilização de metodologias como o funil de vendas e a atuação constante nas redes sociais, e tudo isso faz parte da realidade do marketing.

A grande questão sobre marketing digital é seu empirismo, ou seja, ele é feito de acertos e erros. Todo  profissional da área, desde os gurus até os iniciantes, já executaram estratégias de pouco valor, ou que renderam resultados bem abaixo do esperado.

E como é feito essa análise do sucesso? Por meio de dados, ou melhor, das métricas de marketing. As métricas são os “sinais” necessários para aferir quão bem estruturada foram as ações e o planejamento das atividades do marketing digital. E você sabe quais das métricas realmente medem o sucesso do seu negócio? Acompanhe a leitura e descubra!

ROI (Retorno sobre Investimento)

O ROI não é apenas um KPI de marketing, ele é um KPI para praticamente qualquer investimento feito por uma empresa.

Quando se trata de investir em algo, não há segredo: a empresa faz o investimento buscando algum tipo de retorno. Isso é mais do que natural, é o que levam as empresas a apostarem no marketing!

O ROI vai aferir o lucro real da empresa após a realização de ações de marketing que demandaram investimentos.

Ela é fundamental para analisar quais são as estratégias que geram resultados e quais estão se apresentando melhor custo-benefício. Com o ROI é possível mensurar qual foi o lucro da empresa com base no investimento feito em um determinando período de tempo.

O cálculo do retorno sobre investimento é simples, basta aplicar a seguinte fórmula:

ROI = (Receita obtida – valor investido) / valor investido

CAC (Custo por aquisição de Clientes)

Já ouviu falar sobre o quão mais barato é reter um cliente em vez de conquistar um novo? Essa análise já se tornou bastante conhecida no universo empresarial e leva como base o Custo de Aquisição de Clientes (CAC).

A lógica dessa métrica de marketing é bem simples. O CAC é definido pelo total dos custos da totalidade das ações de marketing durante um determinado valor de tempo, tendo como base quantos clientes novos a empresa conquistou.

A matemática também é simples. Veja só:

CAC = Custos totais de marketing / quantidade de clientes adquiridos

A métrica serve para analisar a efetividade do marketing da sua empresa e das campanhas elaboradas pelo setor. Quanto maior for o custo para adquirir um cliente, mais longe do ideal estão as ações do marketing.

Diferente do ROI, o CAC é uma métrica de marketing digital que deve ter números baixos.

CPL (Custo por lead)

As métricas do marketing digital não se resumem apenas a mensurar os negócios fechados e os retornos financeiros. É possível analisar até mesmo o custo de cada lead, que não são clientes, mas sim oportunidades.

O CPL vai mensurar o sucesso da conversão de uma campanha, com base no custo de execução da mesma.

Com essa métrica em mãos, é possível executar uma análise importante sobre o valor das ações propostas pelo setor de marketing e quais delas conseguiram gerar bons volumes de novas oportunidades.

LTV (Lifetime Value)

Também conhecida como Tempo de Vida do Cliente, essa métrica é aplicada no marketing e nas vendas empresariais.

Ela serve para mensurar qual é o tempo de vida de um cliente junto à empresa. Com isso, é possível compreender um pouco mais sobre o comportamento de consumo do seu público-alvo.

Ele faz apenas uma compra? Se mantém como um cliente ativo e constante? Faz retornos frequentes à empresa? Tudo isso é levado em consideração no LTV.

Especialistas recomendam que o LTV tenha um valor três vezes maior do que o CAC. Isso significa que os clientes se mantêm ativos e o valor de aquisição deles foi “pago”.

LTV também se aplica para analisar o potencial de lucro da empresa sobre cada consumidor. Para realizar os cálculos de LTV, basta executar a seguinte operação:

LTV = ticket médio mensal x tempo médio de retenção de cada cliente

Ticket Médio

Se a sua empresa pretende calcular o LTV, também precisará contar com essa outra métrica de marketing, que é o ticket médio.

O ticket médio é usado para calcular qual é o valor gasto pelos clientes com a sua empresa. Ela pode ser aplicada, inclusive, para analisar quais são os vendedores que conseguem melhores resultados de venda.

Calcular o ticket é importante pois, com o cálculo do CAC, se torna possível identificar se a empresa está, de fato, tendo lucros ou prejuízos, com ou sem a chegada de novos clientes.

Para aferir o ticket médio, basta dividir a receita obtida dentro de um período de tempo pelo número de clientes que efetuaram compras neste mesmo período.

Taxa de conversão

Marketing digital foi feito para converter, auxiliar no processo de aquisição dos clientes. Caso as taxas de conversão estejam baixas, isso é um indicativo de que está na hora de rever as ações e buscar novas formas de impactar o público-alvo.

Baixas taxas de conversão dependem de uma análise de contexto, incluindo fatores como:

  1. Produto de marketing que foi utilizado (blog post, vídeo, e-book, etc);
  2. Linguagem utilizada;
  3. Público-alvo selecionado.

Esse último ponto é bem importante. Por mais que a empresa saiba quem compra com ela, é preciso entender se houve um alinhamento entre a oferta e o público pretendido. Por essa razão, é fundamental pensar no desenvolvimento de personas na hora de realizar as ações de marketing.

Fontes de tráfego

O marketing digital pede pluralidade de plataformas. A presença digital de uma empresa se faz em diferentes canais, e isso significa que é necessário analisar quais são os resultados obtidos em cada um deles.

A análise das fontes de tráfego gera inteligência para as suas próximas ações, sendo possível focar na origem que realmente traz retorno para sua empresa.

Essa são algumas das métricas de marketing mais importantes e que realmente impactam o seu negócio. Fique bastante atento à elas e lembre-se de realizar mensurações constantes para analisar a evolução da eficiência do marketing da sua empresa.

Por fim, recomendamos que você leia sobre as métricas da vaidade. Tratam-se de indicadores de marketing que não são eficientes para analisar resultados, mas que são aplicados por muitas empresas.

Clique aqui, descubra quais são essas métricas e deixe-as fora do seu foco!