5 passos simples para fazer um planejamento estratégico eficiente

Todos nós elaboramos planejamentos estratégicos praticamente todos os dias. Quer estejamos cientes disso ou não, quando, por exemplo, queremos ir para o outro lado da cidade, nos planejamos e nos organizamos.

O destino, que no exemplo acima foi um local em uma cidade, não precisa nem ser físico. Ele pode ser um objetivo de vida como fazer uma pós-graduação ou um curso de idiomas.

Seja como for, estamos sempre planejando, reunindo recursos à nossa disposição, organizando nosso tempo e criando nosso próprio mapa. Se é assim conosco, é assim também em nossas empresas.

Um planejamento estratégico eficiente serve como um mapa, um roteiro para ajudar a organização a descobrir como chegar aonde quer ir. É sobre ele que falaremos neste artigo.

O que é planejamento estratégico?

Planejamento estratégico é o processo de estabelecer de modo eficiente uma direção para a empresa, de formular estratégias de negócios, implementá-las e avaliar seu impacto com base nos objetivos organizacionais.

É no plano estratégico que estão registradas a missão, visão e valores do negócio, bem como seus objetivos de longo prazo e os planos de ação para alcançá-los. Para atingir os objetivos organizacionais, o planejamento se concentra na integração de vários departamentos (contabilidade e finanças, pesquisa e desenvolvimento, produção, marketing, tecnologia da informação, entre outros).

Com um planejamento estratégico eficiente gestores conseguem ver mais claramente a melhor forma de responder às oportunidades e aos desafios. Como ele pode desempenhar um papel central no crescimento e no sucesso da sua empresa, para você entender bem da importância do assunto, confira a seguir.

Quais são as vantagens do planejamento estratégico?

O planejamento estratégico eficiente permite que a empresa estabeleça sua posição estratégica de acordo com seus pontos fortes e fracos, e sempre considerando as oportunidades e ameaças nos ambientes interno e externo. Assim, gestores passam a estar mais aptos a:

  • Entender melhor as possibilidades e os limites de seus negócios;
  • Posicionar a empresa adequadamente em seu mercado;
  • Garantir o crescimento e a lucratividade de sua organização;
  • Escolher direções mais eficazes;
  • Responder às ameaças e oportunidades;
  • Desenvolver meios de monitoramento e controle; e
  • Reduzir os riscos de erros.

Além desses itens, a importância do planejamento estratégico está no fato de que ele gera uma sensação de segurança e consistência dentro da organização. Dessa maneira, aumenta inclusive a credibilidade da empresa com as partes interessadas.

Por fim, mas não menos importante, o planejamento estratégico torna reais as metas e objetivos organizacionais, promovendo de forma clara o crescimento da empresa.

Como criar um planejamento estratégico eficiente?

Para fazer um planejamento estratégico eficiente, siga os passos a seguir:

1 – Determine a missão, visão e valores da organização

O planejamento estratégico deve ser elaborado de acordo com a missão, a visão e os valores (MVV) da empresa. Tenha em mente que:

  • A missão é a razão pela qual a empresa existe;
  • A visão mostra onde a empresa deseja chegar no longo prazo (10 anos, por exemplo);
  • Os valores são os princípios dos quais a empresa não abre mão.

2 – Defina metas e objetivos

Nesta etapa, os envolvidos pela elaboração do planejamento estratégico devem definir os objetivos da empresa, ou seja, onde ela quer chegar. Em seguida, vem a parte da definição das metas, as quais são as conquistas de curto prazo.

Imagine uma empresa cujo objetivo seja o de crescer 20% em três anos. Para atingi-lo, ela precisa ter um passo a passo. Aí que entram as metas de cada área.

Por exemplo, para alcançar o objetivo de crescimento em 3 anos, a empresa precisará vender mais. A área de marketing pode criar, em seu planejamento, uma meta como “aumentar o acesso ao site em X%”.

3 – Analise o ambiente interno e externo

Na definição de metas e objetivos é importante identificar os pontos fortes e fracos da organização, bem como suas oportunidades e ameaças (Análise SWOT).

A partir da matriz SWOT a diretoria decide quais novos mercados pode se aventurar ou abandonar e como alocar os recursos necessários para potencializar oportunidades e minimizar os riscos. Essas informações farão todas parte da estratégia.

4 – Formulação da estratégia

A estratégia mostra como a empresa chegará onde quer chegar. Ela deve estar de acordo com os objetivos e metas organizacionais que, por sua vez, devem estar alinhados com a missão, a visão e o valor da empresa.

Voltando ao exemplo da organização que quer crescer 20% em três anos, comentamos que para isso ela terá que aumentar as vendas. O aumento de vendas está atrelado ao número de leads qualificados que entram em contato com a empresa pelo site.

A fim de ter leads mais qualificados, a área de marketing precisa estabelecer algumas estratégias, como, por exemplo, a criação de conteúdo especializado para blog.

Perceba, portanto, que na formulação da estratégia precisamos pensar em como cada área contribuirá para a corporação atingir seu objetivo macro.

5 – Execução da estratégia

Este é o momento de realmente fazer a empresa inteira trabalhar de modo eficiente para a concretização do planejamento estratégico. Para cada estratégia definida, deve-se pensar em um plano de ação.

Uma dica é utilizar a técnica 5W2H, a qual responde às perguntas:

5W:

  • What – o que será feito?
  • Why – por que será feito?
  • Where – onde será feito?
  • When – quando?
  • Who – por quem?

2H:

  • How – como será feito?
  • How much – Quanto vai custar?

Plano estratégico elaborado: e agora?

Após esses cinco passos, sua empresa tem um planejamento estratégico eficiente. Mas se você pensa que o trabalho se encerra aqui, está enganado, pois é preciso monitorar constantemente como a organização está caminhando rumo aos seus objetivos.

O monitoramento do planejamento é feito por meio de indicadores de desempenho, e falamos sobre eles neste artigo. Destacamos ainda que o plano estratégico não é algo escrito em pedra que não possa ser mudado.

Entenda que vários desvios podem acontecer no meio do caminho e isso é até normal. O ideal, claro, é que o planejamento estratégico empresarial seja pouco modificado, mas sempre que achar necessário, faça as alterações cabíveis.

Para encerrar, um planejamento estratégico eficiente só existe quando a organização conta com uma boa gestão empresarial. Veja aqui 9 dicas para fazer uma gestão empresarial de sucesso.

Vamos conversar?

Agende uma reunião com nossos especialistas e descubra como acelerar sua estratégia digital!

Newsletter

Assine gratuitamente e receba conteúdos exclusivos no seu e-mail

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia também:

Como anunciar no Google Ads

Como anunciar no Google Ads?

Como anunciar no Google Ads?
O Google Ads é a plataforma de maior visibilidade para seus anúncios. Você sabe como funciona? Saiba mais sobre a ferramenta e algumas dicas. Confira!

Leia mais