Causar uma boa impressão, desde o começo, pode ser um fator determinante no momento de uma possível contratação ou negociação. Em especial, em um mercado cada vez mais competitivo. Nesse sentido, existem diversas estratégias que podem ser adotadas.

Entre elas, vale destacar a apresentação pessoal. Ao contrário do que muitos acreditam, esse conceito não está relacionado apenas à aparência. Elementos como postura, comunicação clara e segurança, por exemplo, não passam despercebidos.

Por isso, é fundamental que você saiba como se destacar por meio da apresentação pessoal. Quer descobrir? Confira este artigo e 6 dicas que serão muito úteis!

O que é apresentação pessoal?

A apresentação pessoal é como você se retrata e se apresenta para outras pessoas em situações cotidianas. Por exemplo, em uma entrevista de emprego ou processo seletivo. Afinal, é nesse momento que os recrutadores têm a chance de avaliar as habilidades que o candidato alega ter.

Por outro lado, é uma oportunidade para o candidato expor sua personalidade e se destacar entre os seus concorrentes no mercado de trabalho. A apresentação pessoal também costuma estar associada ao trabalho autônomo ou liberal.

Isso porque esses profissionais precisam atrair clientes constantemente. Para isso, é importante que eles saibam se vender e conquistar as pessoas. Isso é possível quando se constrói uma imagem forte no mercado com uma boa apresentação pessoal.

Como funciona a apresentação pessoal?

Fazer uma boa apresentação pessoal inclui cuidar da sua aparência, do que você diz e do que faz. Isso está relacionado com seu marketing pessoal. E para entender como funciona esse conceito é fundamental se enxergar como uma marca.

Assim, do mesmo modo que uma empresa utiliza estratégias de marketing e comunicação para vender um produto, você precisa se autopromover para vender suas habilidades. Tomemos como exemplo um assessor de investimentos que deseja fazer uma boa apresentação pessoal.

Como ele se relaciona com clientes, precisa demonstrar conhecimento e experiência para construir autoridade e, assim, transmitir confiança. A oferta de conteúdo educacional pode ajudá-lo a atingir esse objetivo e fortalecer sua marca pessoal.

Cabe ressaltar que o marketing não visa criar uma imagem irreal de você. Mas sim alinhar a sua forma de apresentação à sua atuação no mercado para criar uma impressão positiva. É uma estratégia para potencializar sua forma de apresentar suas qualidades.

Como fazer uma boa apresentação pessoal com 6 dicas?

Agora que você entende a importância da apresentação pessoal ao saber o que é e como ela funciona, é o momento de descobrir como fazê-la para se destacar no mercado.

Veja a seguir como fazer uma boa apresentação pessoal com a ajuda de 6 dicas!

  1. Planeje a sua apresentação

O primeiro passo para fazer uma boa apresentação pessoal é planejá-la. Nesse momento você definirá quais são as informações que deverão ser abordadas no seu discurso. Assim, pode ficar mais fácil não esquecer pontos essenciais nem falar demasiadamente.

Para isso, vale considerar qual é o objetivo da sua apresentação. Afinal, uma apresentação para uma vaga de emprego é diferente de uma apresentação para um cliente. Dessa forma, comece pelos objetivos e planeje a melhor maneira para lidar com a situação.

  1. Pense na forma de apresentar

A apresentação pessoal poderá ser escrita ou falada — e nem sempre é presencial. Por exemplo, é possível que em um processo de recrutamento e seleção online a empresa solicite que você envie um vídeo de apresentação pessoal.

Nesse caso, será preciso pensar nos aspectos técnicos da gravação, no cenário, na aparência e no roteiro. Outra possibilidade é a empresa solicitar que você escreva uma carta de apresentação. Isso exige uma boa escrita e estruturação adequada das informações para ficarem bem organizadas.

No caso do trabalho profissional autônomo ou liberal, pode ser preciso fazer um pitch, que é uma rápida apresentação para vender uma ideia. Para isso, o profissional precisa dizer em poucas (e interessantes) palavras qual é a sua ideia, sua solução, o mercado de atuação e sua proposta.

  1. Esteja atento ao seu vocabulário

Você poderá falar com diversos públicos ao longo da sua carreira. Então é preciso acertar no tom e no discurso quando se comunicar com cada um deles. Para isso, é importante ter em mente quem são as pessoas.

Por exemplo, em uma entrevista em um escritório vinculado a um banco de investimentos ou corretora, o assessor poderá demonstrar propriedade sobre o que diz utilizando um vocabulário mais técnico. No entanto, na apresentação para novos investidores, o ideal é usar termos menos complexos.

4. Mostre quem você é por meio de suas experiências

Não importa se a sua apresentação pessoal será escrita ou falada, é essencial que você se apresente por meio de algumas informações básicas. Por exemplo, nome, formação, competências e habilidades, entre outros detalhes.

Além disso, conte suas experiências profissionais que o fizeram chegar ao lugar onde está. E também cite os aprendizados que considera mais relevantes. Entretanto, tome cuidado para não exagerar e passar uma impressão equivocada sobre quem você é.

5. Fique atento à sua postura e ao seu visual

Outro ponto importante sobre a apresentação pessoal é o momento de gravar ou falar diante de alguém. Nesse contexto, você precisa se ater à sua postura e ao seu visual. Isso porque o impacto de uma boa comunicação também é feita de elementos não verbais.

Por exemplo, em relação à postura, mantenha a coluna ereta, levante a cabeça e mantenha os ombros relaxados. A sua aparência também não passará despercebida. Então é preciso planejar a roupa e garantir os cuidados pessoais.

  1. Demonstre segurança no momento da apresentação

Às vezes, o profissional está preparado para fazer sua apresentação, mas o nervosismo e a ansiedade podem atrapalhar. Dessa forma, ele poderá demonstrar insegurança, o que certamente será um desafio na hora de conseguir um novo emprego ou cliente.

Para evitar isso, aprenda técnicas que podem ajudá-lo a demonstrar mais segurança durante a apresentação. Por exemplo, faça exercícios de respiração para se acalmar e treine bastante para saber como conduzir o ritmo do seu desempenho.

Como você viu, a apresentação pessoal pode ser decisiva para que um recrutador ou um cliente queira saber mais sobre você. Por isso, considere adotar essas 6 dicas para transformar sua imagem profissional.

Você é um assessor de investimentos que deseja construir sua autoridade? A oferta de conteúdo educacional pode melhorar muito a sua apresentação pessoal. Entre em contato conosco e descubra como podemos ajudá-lo!