Já pensou como seria mais simples vender se você soubesse quais fatores influenciam a decisão de compra seus consumidores? Ao entender o que é neuromarketing, isso se torna possível. Afinal, é exatamente o que essa área da ciência busca estudar.

Por meio do neuromarketing, um empresário consegue direcionar suas estratégias com maior facilidade. Para isso, baseia-se em dados relacionados às emoções, expectativas e reações do público. A depender de como os planejamentos são aplicados, os resultados podem ser de alto nível.

É por esse motivo que o neuromarketing é considerado uma ferramenta tão importante. Ao usá-lo para entender e aumentar a cartela de clientes, é possível aproveitar cada detalhe envolvido na interação e otimizar os retornos.

Acompanhe este artigo e saiba mais sobre o que é neuromarketing!

O que é e quem criou o neuromarketing?

O neuromarketing é um campo de estudo científico da neurociência. Ele envolve pesquisas de compreensão do cérebro dos consumidores. Desse modo, torna-se possível entender quais reações ocorrem perante determinados estímulos.

Assim, empresas podem usar o conhecimento no seu planejamento estratégico. Faz cerca de 20 anos que o neuromarketing é registrado oficialmente como uma ferramenta de marketing.  O termo veio ao mundo por meio de Ale Smidts, um professor inglês da Erasmus University.

No entanto, ele não foi o responsável por popularizar o uso desse campo cientifico. Quem fez isso foi Gerald Zaltman, um pesquisador de Harvard. Ele usou equipamentos de ressonância magnética em um grupo de pessoas que foram expostas a estímulos de marketing.

Dessa maneira, mapeou o cérebro humano e conseguiu entender mais sobre o impacto de determinadas ações no comportamento do consumidor. A partir de então, diversas outras pesquisas foram desenvolvidas.

Qual a importância do neuromarketing para empresas?

O processo de decisão de compra acontece muito antes do cliente colocar um produto em seu carrinho ou solicitar um serviço. Na verdade, ele surge desde o primeiro contato do consumidor com o item.

Por isso, para vender mais e melhor, é preciso saber quais são as expectativas do público desde a primeira vez que ele ouve falar de uma empresa. E as pesquisas sobre o cérebro humano trazem muitos insights para entender essa relação.

Assim, com o uso da ciência por meio do conhecimento sobre o que é neuromarketing, é possível prosperar com maior facilidade. Afinal, a organização pode entender as tendências do público diante das estratégias utilizadas.

Algumas ferramentas que andam lado a lado com o uso dessa área de conhecimento cerebral incluem:

  • posicionamento dos elementos de uma imagem;
  • psicologia das cores;
  • gatilhos mentais;
  • storytelling;
  • repetição de ideias e conceitos de forma estratégica.

Como se aplica o neuromarketing?

De modo geral, ele é usado na formulação de estratégias de marketing. E, com o amparo da tecnologia, essa aplicação pode levar negócios ainda mais longe. Isso porque ajuda os empreendedores a entenderem cada etapa do processo de decisão do cliente.

Além do mapeamento, o neuromarketing usa diferentes ferramentas do marketing digital como aliadas, como a jornada de compra e o funil de vendas. Assim, une a análise e mensuração do comportamento de um cliente com a busca por uma experiência do usuário de alto padrão.

Confira algumas das principais aplicações das técnicas de neuromarketing a seguir!

Inovação

Essa é a palavra-chave do sucesso das empresas da atualidade. Sem levar novidades ao público, é possível que ele migre para a concorrência, por exemplo.

Atualmente, o comportamento do consumidor muda muito rápido. Dessa maneira, é difícil que as empresas saibam como acompanhar essa movimentação, bem como as expectativas dos compradores.

O uso do neuromarketing é capaz de ajudar. Ele mapeia o impacto que a inovação gerou nos consumidores. Desse modo, ajuda o negócio a entender se seus esforços foram suficientes ou precisam de algumas modificações para garantir sucesso.

Presença digital

Estar presente no ambiente online é essencial para as empresas que desejam se manter relevantes. Porém, não é suficiente. É preciso ter a certeza de que o público enxerga a marca, se interessa por ela e aprova a experiência ofertada.

Novamente, o neuromarketing pode amparar essa necessidade. Ele ajuda o negócio a avaliar se o usuário percebe a marca (e como o faz). Com isso, permite que as estratégias se voltem a fortalecer a presença digital da organização.

Eficiência das estratégias

É inegável que investir em determinadas ações de marketing pode ser arriscado. Porém, se a equipe comercial tem conhecimentos prévios sobre a resposta do público, ela pode construir as possibilidades com maior chance de sucesso.

Assim, é possível economizar recursos. Sem dúvidas, a forma mais simples de entender se uma estratégia é bem-sucedida ou não é por meio do estudo das reações cerebrais do público a ela.

Dessa forma, além de ajudar o empreendedor a saber se seus esforços valeram a pena, compreender o que é neuromarketing e usá-lo ao seu favor mitiga riscos e gastos desnecessários.

Imagem da organização

Outro uso comum do conceito de neuromarketing é no fortalecimento da imagem de uma empresa. Isso é importante, visto que o impacto de uma marca no cérebro do consumidor é fundamental para direcionar sua decisão de compra.

Ao analisar o sucesso ou fracasso da conexão com o público, se torna mais fácil usar as ferramentas certas para ser bem-visto no mercado. É o caso de utilizar mecanismos que gerem emoções positivas no cliente, por exemplo. Desse modo, ele preferirá comprar de você.

Como o neuromarketing pode beneficiar seu negócio?

Agora você sabe o que é neuromarketing e como ele costuma ser aplicado. Provavelmente também percebeu algumas das vantagens que ele traz ao negócio. São elas:

  • melhora a experiência do usuário;
  • eleva a efetividade das estratégias;
  • ampara a tomada de decisão do negócio;
  • direciona soluções às dores e expectativas do público;
  • aumenta as chances de fechar a venda.

Como é possível notar, usar esse campo de estudo pode fazer empresa crescer e elevar os resultados do negócio. Então, conte com as informações deste conteúdo para lembrar o que é o neuromarketing e como ele pode ser útil na hora de atender às necessidades do seu público!

Quer chegar com mais efetividade aos interessados no seu produto ou serviço? Aproveite para entender quais são as vantagens de terceirizar o marketing digital de sua companhia e conte com profissionais gabaritados para alavancar o negócio!