Quem busca uma estratégia de produção de conteúdo costuma se perguntar a diferença entre os conteúdos educacionais e o copywriting. Apesar de ser bastante comum a confusão entre esses dois termos, eles não são sinônimos.

Assim, embora a sua empresa possa adotar essas estratégias para gerar engajamento e vendas, é preciso saber como elas funcionam e qual é a mais adequada ao negócio. Com isso, você tomará uma decisão mais consciente e conseguirá saber o que esperar com cada conteúdo.

Quer saber mais sobre esse assunto? Então confira a seguir o que é a produção de conteúdo educacional e o copywriting, além de como escolher a estratégia ideal!

O que é produção de conteúdo educacional?

A produção de conteúdo educacional tem diversos vieses. Aqui, vamos focar no uso delas em relação ao marketing para a empresa. É nesse sentido que você aprenderá o que são os conteúdos educacionais a seguir.

Essa produção diz respeito a materiais elaborados e publicados pela empresa com o objetivo de alcançar os seus clientes e possíveis consumidores. Logo, o marketing tem estratégias específicas e um público-alvo determinado.

Especificamente em relação ao conteúdo educacional, o material elaborado é voltado para a informação e a educação do público. A ideia é que os leitores entendam melhor sobre um assunto que pode estar relacionado às atividades do seu negócio.

Contudo, o material não tem o objetivo de gerar uma conversão direta. Ou seja, o conteúdo educacional tem a finalidade imediata de trazer mais informações e educar o público, e não de venda. Logo, não há, necessariamente, chamadas para vendas ou conversões.

Quais são as vantagens dessa estratégia?

Se a produção de conteúdo educacional não tem o objetivo direto de convencer clientes a comprar produtos ou contratar serviços, por que adotar essa estratégia? Para entender a resposta, é preciso considerar as etapas de um funil de vendas.

Na primeira etapa do funil, o público ainda não conhece necessariamente os serviços da sua empresa — ou ainda tem dúvidas sobre o assunto. Por isso, a ideia da produção de conteúdo voltada a essa área é atrair potenciais clientes.

Ao publicar um conteúdo educacional, a companhia começa a criar autoridade sobre o tema desenvolvido no material. Dessa maneira, a atração de visitantes de sites e redes sociais fica mais robusta e atrai engajamento.

Como resultado, o público começa a perceber que a empresa tem conhecimento sobre aquele tema e também pode identificar determinadas dores. Portanto, o engajamento começa a crescer e, consequentemente, o consumo de conteúdos também aumenta.

Com isso, a principal vantagem é a possibilidade de atrair público e gerar mais valor para a marca, tornando-a conhecida. Ainda que não haja uma venda ou uma conversão direta, a primeira etapa do funil é formada e o público será direcionado para os próximos conteúdos da empresa.

O que é copywriting?

Assim como os conteúdos educacionais, o copywriting é uma estratégia de produção de materiais que atingem um público-alvo determinado. Contudo, a técnica utilizada e os objetivos são diferentes nessa modalidade.

No copywriting utilizam-se gatilhos mentais para que o leitor seja guiado a uma tomada de decisão. Ela costuma ser relacionada à compra de um produto ou contratação de um serviço.

Porém, isso não significa que o copywriting seja apenas um texto ou conteúdo como uma propaganda. Ele também pode ter, em menor grau, um caráter informativo e educacional. Contudo, haverá gatilhos utilizados para uma conversão específica.

Dessa forma, o copywriting é mais voltado a conversões diretas e está localizado em etapas mais avançadas de um funil de vendas. Então seu objetivo não é somente atrair público, mas realizar conversões de leads e fechar vendas e contratações.

Quais são os benefícios dessa técnica?

No copywriting, visualizar os benefícios para a empresa como estratégia de marketing pode ser mais fácil do que no conteúdo educacional. Afinal, ele tem uma abordagem mais direta em relação a possíveis clientes e conversões em vendas para a companhia.

Como vimos, o principal benefício de adotar uma estratégia de copywriting é aumentar a conversão e a geração de leads para o negócio. Nesse sentido, os leads são contatos de possíveis clientes da sua marca que, no futuro, podem se tornar uma fonte de recursos para a empresa.

Quanto mais leads a empresa possui, mais chances ela terá de realizar suas vendas. Logo, conseguir melhorar a prospecção e a conversão desses leads em clientes é fundamental.

Além disso, com uma estratégia de copywriting bem planejada e aplicada, é possível aproveitar benefícios indiretos. Como no conteúdo educacional, haverá um relacionamento mais próximo com o cliente e o público-alvo do negócio.

Um bom copywriting não é apenas uma propaganda, mas sim um conteúdo complexo que visa criar formas de gerar interesse e conversão. Nesse contexto, os clientes e leitores dos materiais têm uma sensação de notoriedade da empresa e de urgência e necessidade da compra ou contratação.

Qual estratégia de produção de conteúdo escolher?

Depois de conhecer os dois conceitos, você pode se perguntar: qual estratégia escolher entre o copywriting e o conteúdo educacional? Para conseguir definir essa questão, antes é preciso saber que essas técnicas de produção de conteúdo para a empresa não são excludentes.

Ou seja, é possível — e até recomendado — que o negócio adote as duas modalidades em uma estratégia sólida de marketing. Com isso, é possível absorver os benefícios do conteúdo educacional e do copywriting.

A ideia é montar um planejamento que nutra o público-alvo — potenciais leads — com conteúdos específicos de acordo com o funil de vendas. Dessa maneira, a captação de clientela e interessados no negócio se torna mais efetiva.

Além disso, mesmo quem foca em um conteúdo mais educacional pode utilizar algumas técnicas de copywriting nos materiais. Toda essa estratégia depende das necessidades e das expectativas da empresa com o marketing de conteúdo.

Portanto, também é necessário contar com profissionais da área para que os conteúdos sejam produzidos segundo as melhores técnicas. Isso aumenta as chances de conquistar o engajamento esperado e conquistar melhores posicionamentos em ferramentas de pesquisa.

Agora você já sabe as diferenças entre a estratégia de produção de conteúdo educacional e copywriting. Também foi possível aprender as vantagens de cada estratégia e como definir qual escolher para o seu negócio, ajudando na busca por melhores resultados.

Ficou interessado em ter um parceiro especializado em ambas as estratégias? Fale com a ABContent!