Fazer conteúdo em vídeo pode assustar em um primeiro momento, principalmente porque a referência de vídeos que temos inicialmente são aqueles nos quais aparecemos falando ou mostrando algo. Mas não precisa ser assim, já que existem inúmeras maneiras de entregar conteúdos em vídeo à sua audiência.

Os vídeos são tendência e dizem que o consumo por esse formato de conteúdo deve aumentar – especialmente por conta da praticidade que oferece. Por isso, apostar neles pode trazer muitos benefícios à sua empresa.

E, para aqueles que se apavoram com o assunto, uma notícia importante: se apresentar nos vídeos não é a única maneira de gerar conteúdo de qualidade!  Confira agora 6 formas de fazer conteúdos em vídeo para atrair mais audiência e continuar entregando conteúdo relevante ao seu público-alvo!

1. Vídeos tradicionais

A primeira forma de fazer vídeo é, obviamente, a mais tradicional, com um ou mais participantes interagindo com o espectador.

Esse tipo de vídeo, no entanto, costuma ser o terror de quem é tímido e não gosta de aparecer. Empresas que gostam de gravar seus colaboradores ou colocá-los nos vídeos também podem sofrer resistência por parte de alguns.

Mas, por mais que nem todo mundo goste de aparecer (o que é totalmente compreensível e fácil de resolver), fazer vídeos mostrando alguém da sua empresa trazendo assuntos relacionados ao seu nicho costuma ser bem aceito pelo público.

Vídeos com pessoas podem conectar e reforçar a autoridade da empresa ou personalidade, o que é um ponto positivo. É o caso, por exemplo, de educadores financeiros e Youtubers do mercado. Entre os adeptos deste vídeo neste nicho, por exemplo, estão o educador André Bona, Gustavo Cerbasi, Thiago Nigro, Nathalia Arcuri, entre outros.

O lado negativo é que esses vídeos costumam dar mais trabalhos para editar, se comparado com outros. Afinal, podem conter cenas que precisam ser cortadas ou até refeitas.

Lembre-se que você não precisa ser um influencer ou um mestre em oratória para poder fazer bons vídeos desse tipo. Basta demonstrar confiança e passar seu conhecimento de forma clara para o seu conteúdo ser bem avaliado pelos espectadores.

Contudo, saiba que ninguém precisa ser obrigado a aparecer somente porque vídeos atraem pessoas! Há outras maneiras de fazer vídeos que podem ser tão eficientes quanto o formato tradicional.

Confira nos próximos tópicos.

2. Vídeos com animação

Os vídeos com animações costumam ser unânimes e agradar a todos. Se bem feitos, podem ser mais bem adorados do que vídeos com pessoas. Inclusive, há diversos canais com grandes audiências nos quais os criadores sequer aparecem, contando apenas com vídeos feitos no formato de animação.

Canais como Incrível e IlustradaMente são bons exemplos de que é possível construir uma boa audiência sem aparecer.

Logicamente, para fazer esse tipo de vídeo é necessário que você conte com a ajuda de profissionais de design ou ilustração. Outra possibilidade é apostar em softwares específicos para isso. Há diversos no mercado que dão a possibilidade de compor vídeos com gravuras, cartoons, desenhos feitos à mão, etc.

Em relação a outros formatos, a produção e a edição deste tipo de vídeo podem ser muito mais simples. Os vídeo podem ser feitos tanto com áudio quanto sem áudio, contando com legendas ou conteúdo em texto no próprio vídeo, eventualmente.

3. Vídeos com imagens e ilustrações

Esse tipo de produção pode ser comum em vídeos que falam sobre livros ou eventos históricos. Você já deve ter se deparado com vídeos nos quais você vê imagens ou vídeos passando na tela enquanto a pessoa relata ou fala sobre o assunto desejado, certo?

Fazer montagens com vídeos e imagens pode deixar o vídeo bastante atraente e costuma agradar um grande público. Há canais grandes que fazem esses tipos de vídeos, como o Mundo Desconhecido.

Para fazê-los, é preciso paciência e criatividade para deixar o vídeo adequado para sua empresa. Por isso, costuma ser trabalhoso. Até porque você precisa fazer pesquisas e encontrar as melhores imagens e filmagens, que entreguem aquilo que você deseja passar ao seu público, certo?

Se for possível, é interessante também contar com bons profissionais de edição para deixar seu vídeo o mais interessante e atraente possível.

4. Vídeos híbridos

Se o objetivo da sua empresa é oferecer uma experiência diferenciada ao seu público é possível fazer vídeos que intercalam imagens, fotos e vídeos ilustrativos com a interação de uma pessoa na tela.

O canal Fatos Desconhecidos, por exemplo, consegue explorar esse tipo de formato muito bem, prendendo sua audiência do início ao fim. Seus vídeos costumam ter um apresentador que discorre sobre o assunto do vídeo e aparece em alguns momentos. Em outras situações, são mostradas imagens ou vídeos ilustrativos enquanto ele fala.

Por ser um tipo de conteúdo em vídeo interessante e que costuma prender a atenção das pessoas, essa alternativa pode ser uma boa opção para você explorar em um canal do YouTube.

5. Vídeos com slides

Essa alternativa pode ser excelente para quem não quer aparecer e muito menos falar durante os vídeos. Especialmente os vídeos corporativos.

Há muitas pessoas com problemas de timidez na hora de gravar áudios ou falar em público, por exemplo. Logo, essa alternativa serve para quem deseja fazer conteúdos em vídeo mas não quer, de jeito nenhum, fazer sua voz aparecer.

Felizmente, é possível fazer uma boa apresentação em Power Point ou outro programa e colocar para rodar em um vídeo. Você pode inserir, ainda, uma explicação em texto ao longo do conteúdo.

Mas, e se você não tiver problemas para falar, será que esse tipo de vídeo pode ser interessante? A resposta é sim! Há canais que fazem, por exemplo, apresentações em vídeo em formato de slides, enquanto o conteúdo é narrado.

Um canal que faz isso muito bem é o Viver de Blog. Enquanto o criador explica o conteúdo, mostra um slide muito bem feito sobre o assunto.

6. Vídeos gravando a tela

Outro tipo de vídeo que costuma agradar tanto os telespectadores quanto os produtores que não querem aparecer: os vídeos de gravação da tela (do computador ou celular). Inclusive, esse tipo de vídeo pode até ser melhor para explicar assuntos complexos, que exigem que você faça algo na prática.

Esse tipo de vídeo é muito utilizado em cursos online ou tutoriais de como utilizar determinadas ferramentas. Provavelmente você já deve ter comprado cursos online no qual o instrutor grava apenas a tela, certo? Isso é bastante comum.

Falar enquanto grava a tela pode ser mais simples se comparar com outras formas de fazer vídeos, mas pode exigir que você tenha um software que permite a gravação da tela do computador.

Mãos à obra!

Fazer conteúdos em vídeos não se resume apenas a ter uma câmera e gravar o seu rosto enquanto você fala. Como visto, há muitas outras formas de entregar valor nesse formato, inclusive se você não quiser aparecer ou falar.

Por isso, não tenha medo e comece agora a gravar vídeos no formato que mais se adequar às necessidades da sua empresa. Aproveite esta oportunidade e não deixe de fazer conteúdos em vídeo para atrair e fidelizar seu público-alvo!

E você, já sabe da importância de ter um blog atualizado com conteúdos de qualidade? Veja aqui por que você não deve deixar seu blog desatualizado!