Realizar um bom marketing pode ser um desafio, já que existem muitas tarefas a cumprir para criar estratégias de sucesso. Assim, a inovação é sempre importante para impulsionar as campanhas e melhorar o posicionamento da marca.

Uma alternativa para oferecer mais valor aos clientes é o co-marketing. Essa tática pode agregar mais relevância ao seu produto ou serviço, além de viabilizar ações maiores sem um custo tão alto.

Neste artigo, você saberá mais sobre o que é co-marketing e como explorar a estratégia em sua empresa. Acompanhe!

O que é co-marketing?

Com o avanço das tecnologias de informação e comunicação (TICs), as campanhas publicitárias precisaram se reinventar. As relações comerciais ganharam uma nova dinâmica e os clientes também assumiram características diferentes.

Assim, uma ideia moderna e inovadora é a estratégia de co-marketing, que consiste na realização de campanhas de forma colaborativa. Nessa proposta, duas empresas com um público em comum se unem para criar um conteúdo ou produto maior do que ambas fariam isoladamente.

Desse modo, podem compartilhar os resultados da ação. Para isso, é importante considerar que nem sempre empresas que trabalham com um produto semelhante ao seu são suas concorrentes. No marketing digital, a produção de conteúdo é um caminho simples e efetivo de co-marketing.

Uma prática muito comum é a realização de guest posts. Um convidado, autoridade no assunto, escreve um post em um blog que não é seu. O autor mostra seu trabalho a um público maior e o blog enriquece seu conteúdo.

Como funciona essa abordagem?

É possível explorar o marketing de parceria de muitas formas, tudo depende do nicho onde as empresas atuam. O mais importante é selecionar com atenção a colaboração para fazer sentido para a empresa e entregar mais valor ao cliente.

Para uma campanha de sucesso, é preciso realizar o planejamento estratégico, em que se definirá alguns critérios importantes, por exemplo:

  • como a parceria beneficiará as empresas e os clientes;
  • qual material será produzido;
  • em quais mídias as campanhas serão veiculadas;
  • qual o prazo para o trabalho;
  • quais serão as tarefas de cada empresa.

É fundamental alinhar as expectativas e possibilidades, para que a parceria realmente tenha um impacto positivo. Nesse sentido, o co-marketing deve ser baseado em uma relação ganha-ganha para ser saudável e abrir caminhos para novas ações.

Assim, unir as forças de duas empresas para criar uma campanha robusta será um passo importante para alavancar a competitividade de ambas.

Quais as vantagens?

Após conhecer mais sobre o conceito e o funcionamento do co-marketing, você pode estar se perguntando quais são os benefícios que a estratégia proporciona na prática.

Veja a seguir algumas vantagens importantes!

Maior alcance

Com uma estratégia conjunta, o público alcançado se amplia significativamente. Isso porque ambas as empresas terão de se empenhar para aumentar o engajamento. Além disso, cada uma das marcas provavelmente já terá seu público mais fiel, que poderá também conhecer a parceira.

Nesse sentido, quando o cliente confia em uma empresa, há grandes chances também de que ele dê mais crédito a uma indicação apresentada por ela. Por isso, essa é a oportunidade de ganhar a atenção de um público e atrair novos clientes.

Custos reduzidos

No co-marketing, todo o processo é dividido entre as empresas por regras definidas no momento da parceria. Isso permite produzir peças ou produtos maiores e mais desafiadores com um custo menor, preservando o orçamento do marketing.

Com isso, cada companhia contribui com o que é seu ponto forte e todos são beneficiados. Em especial, o cliente, que pode contar com mais soluções e dinamismo.

Menos trabalho

O marketing de parceria tem alguns desafios para ser assertivo. Porém, a execução tende a demandar menos trabalho de ambas as empresas por conta da divisão de afazeres. Assim, cada companhia pode ceder as suas ferramentas para o trabalho ficar mais fácil a todos.

Como fazer co-marketing em sua empresa?

Para ter sucesso com o co-marketing é preciso um bom planejamento. Quer saber como colocar essa estratégia em prática? Confira nas próximas linhas!

Selecione o parceiro

A seleção do parceiro para a estratégia de marketing é um dos momentos mais importantes da ação, pois a proposta deve fazer sentido para o seu negócio. Alguns critérios precisam ser analisados no momento da escolha.

Por exemplo, procure empresas que ofereçam um produto ou serviço complementar ao seu e que compartilhem do mesmo público-alvo. Também é interessante avaliar como a parceira pode contribuir com seus objetivos e se a potencial aliada já tem uma posição de autoridade no mercado.

Com efeito, esses fatores ajudarão a formar uma associação de sucesso, que conduza as empresas ao crescimento. Lembre-se de que a parceria pode reforçar ou prejudicar a sua credibilidade no mercado, pois abrange a recomendação da marca com a qual se vincula.

Defina a campanha

Após selecionar a parceria, é o momento de definir o que será realizado e como isso se dará. É nessa etapa que serão definidos os prazos, as metas e as tarefas de cada uma das partes. O planejamento pode ser um desafio, pois conciliar a agenda de empresas que atendem a muitas demandas exige adaptação.

Desse modo, ao realizar uma campanha com essa característica, é essencial ter em mente que a paciência é necessária. Planejar-se com antecedência e manter uma margem de folga nos prazos evita conflitos e faz com que as etapas sejam cumpridas com qualidade.

Avalie os resultados

Após uma campanha em que todos se dedicaram, é importante analisar os resultados obtidos. Para isso, é preciso ter métricas desde o princípio, já que elas indicarão quais ações deram certo e aquelas que não apresentaram um bom desempenho.

As informações coletadas na avaliação dos resultados são fundamentais para as próximas peças de marketing e para o estabelecimento de novas parcerias.

Como vimos, a estratégia de co-marketing tem o potencial de proporcionar grandes benefícios para ambas as empresas envolvidas. Mas para ter sucesso é fundamental que a tática seja colocada em prática com atenção, a partir dos critérios destacados neste artigo.

Quer fortalecer ainda mais a sua campanha? Leia também os 4Ps do marketing e como aplicar em sua empresa!