Escrever um artigo de qualidade para um blog demanda tempo e trabalho. Por trás de um texto excelente sempre há muita pesquisa e leitura, sem contar o tempo da escrita, da correção, da criação da pauta e, principalmente, do aprendizado de técnicas de redação para a web.

Por causa de tudo isso, muitas empresas acabam não tendo tempo e recorrem a serviços de produção de conteúdo. Mas, de qualquer forma, saber o básico que envolve esse trabalho pode ser interessante. Até mesmo para avaliar o melhor serviço para o seu negócio antes da contratação.

Quer saber tudo o que você precisa saber para aprender a escrever artigos de qualidade? Então continue a leitura e descubra alguns conhecimentos que são necessários ter na hora de redigir um artigo!

O funcionamento do inbound marketing e marketing de conteúdo

Antes de começar a escrever qualquer artigo para o seu blog, você precisa tirar um tempo para estudar o que é o Inbound Marketing e como funciona o marketing de conteúdo. De forma bem simplificada, podemos dizer que o Inbound Marketing tem como objetivo atrair os clientes até a empresa.

Trata-se do oposto do outbound marketing, que é aquele tradicional que envolve fazer propagandas da empresa e dos produtos ou serviços para fazer seu negócio chegar até os consumidores.

Além disso, é essencial entender o marketing de conteúdo e como essa estratégia funciona. O marketing de conteúdo faz parte da metodologia do Inbound Marketing.

Basicamente, consiste em entregar conteúdos digitais (artigos, vídeos, e-mails, dentre outros) gratuitos e de qualidade para que a audiência encontre a empresa e comece a criar uma relação de confiança. É um compromisso que a empresa estabelece com seu público-alvo.

O marketing de conteúdo costuma trazer resultados duradouros, mas que começam a aparecer no médio e longo prazo. Para saber mais sobre essa estratégia, que é considerada a mais eficaz para conseguir clientes hoje em dia, confira alguns artigos abaixo:

Seu público-alvo

Quem quer atrair a atenção de todo mundo no final não consegue chamar a atenção de ninguém. Por isso, você precisa ter um público definido e apontar suas estratégias para esse público.

O ideal é criar uma persona. Ou seja, fazer pesquisas para identificar o perfil do seu cliente ideal e saber sobre a personalidade sua vida, buscando dados como: profissão, estado civil, o que faz no tempo livre, dores, salário, dentre outros.

Fazer essas pesquisas não é fácil e você não pode tirar dados da sua imaginação. Quanto mais detalhado for o perfil do seu cliente ideal, mais seus conteúdos poderão ser escritos a partir de um foco adequado, atingindo-os com maior precisão e entregando conteúdos que realmente conectem.

Estrutura de um artigo para a web

Não pense que você pode escrever um artigo para a web seguindo os passos de artigos acadêmicos, escritos à mão ou de outros conteúdos escritos de forma “tradicional”.

As pessoas não leem artigos inteiros na internet. Pelo contrário, elas só escaneiam ou procuram pela informação que precisam no meio do artigo, passando o olho rapidamente.

Dessa forma, os artigos para a web precisam seguir certos requisitos, como:

  • frases curtas e parágrafos de no máximo 4 linhas;
  • espaçamento entre parágrafos e frases para deixar a escaneabilidade melhor;
  • conteúdo dividido por intertítulos;
  • utilização de bullet points;
  • linguagem acessível para que todos possam entender.

Ou seja, jamais escreva blocos de textos sem pular linhas e, muito menos, frases longas com 4 ou 5 linhas! Artigos para a web precisam ser objetivos e direto ao ponto.

Pesquisa de concorrentes

A escrita de artigos também envolve pesquisar os concorrentes para você saber o que eles publicaram e quais conteúdos deram certo (curtidas, compartilhamentos e engajamentos, por exemplo).

Isso ajuda você a saber que tipo de assunto mais interessa às pessoas que fazem parte do seu público para poder criar conteúdos que falem desse mesmo assunto de uma forma melhorada.

Pesquisa de conteúdo

Além disso, você precisa fazer uma pesquisa de conteúdo para saber o que sua persona pesquisa nos mecanismos de busca. E também como os conteúdos melhores ranqueados abordam o tema que pesquisou.

Por exemplo, se seu negócio é do ramo financeiro, como uma assessoria de investimentos, seus clientes podem pesquisar, dentre diversos temas, algo como “como investir com pouco dinheiro”.

Se você digitar esse termo nos mecanismos de busca, poderá ver os artigos mais bem colocados e que respondem a essa dúvida.

Analise-os e, se esse termo for útil para o seu negócio, tem a ver com a sua empresa e for um termo que possui audiência, escreva um artigo melhor que aqueles da concorrência. Essa pesquisa de conteúdo lhe dará uma ideia de como redigir o seu artigo.

Compreender o que são as palavras-chave

As palavras-chave são os termos que pesquisamos nos mecanismos de busca. Elas servem como guias para os seus artigos. Ou seja, se a palavra chave do seu artigo for “investimentos em renda fixa”, você precisa escrever um artigo focado em responder essa palavra-chave.

Saber as palavras-chave que você precisa utilizar não é difícil, apesar de ser trabalhoso. Você pode descobrir os temas para escrever seus artigos pesquisando nos blogs e canais de YouTube de empresas do mesmo nicho que o seu, digitando termos no Google, pesquisando perguntas feitas no Yahoo respostas, dentre outros.

Veja: 6 ferramentas gratuitas para encontrar as melhores palavras-chave para o seu negócio.

Definir os tópicos do artigo e escrever

Antes de redigir o artigo, faça uma pauta ou um mapa mental para saber os tópicos que deseja abordar no texto. Defina os intertítulos, escolha um bom título que contenha a palavra-chave e comece a redigir o artigo baseando-se nesse mapeamento.

O artigo precisa ser completo, aprofundado e levar em consideração outros conteúdos pesquisados, para que você possa fazer um bom trabalho. Escreva direcionando-se para a sua persona e tenha um objetivo claro com o artigo, que pode ser falar do seu produto, ensinar sobre algum tema, dentre outros.

Otimizar os artigos

Depois de pronto o artigo, revise-o e tire termos desnecessários, erros de gramática e de digitação. Por mais que você tenha escrito o artigo para pessoas, você precisa otimiza-lo para os mecanismos de busca.

Ou seja, aprender SEO, tanto on-page como o off-page são essenciais se você quer que seu artigo seja ranqueado e encontrado pelos seus possíveis clientes nos mecanismos de busca.

Fazer um CTA

Um call-to-action (ou chamada para ação no final do artigo) é essencial. Você precisa fazer CTAs que tenham um único objetivo, como: seguir no Facebook, curtir um video, visitar outro artigo do blog, dentre outros.

Conclusão

Viu quantas etapas, técnicas e conhecimentos são essenciais para aprender a escrever um artigo de qualidade? Além das técnicas para redigir, há também conhecimentos específicos, como: SEO, pesquisa de concorrentes, criação de persona, marketing de conteúdo e técnicas de produção de artigos para a web.

Todas essas etapas são essenciais para garantir um bom resultado. Por isso, para ter os resultados esperados e entregar conteúdos que sejam de qualidade e, principalmente, otimizados para a web, conte com ajuda profissional de uma empresa de produção de conteúdo e que entenda o seu nicho, o seu negócio o seu público.

Confira os serviços da ABContent e entre em contato conosco para desenvolver a melhor estratégia de produção de conteúdo para o seu negócio!