O marketing digital é um universo no qual estão contidas diferentes formas de estruturação estratégica e análise de resultados. Duas das estratégias mais discutidas atualmente são relacionadas às formas adotadas por uma empresa para melhorar o desempenho da marca e das vendas.

Dentre as inovações e novos conceitos surgidos dentro do Digital Marketing, destacam-se Brand Marketing e Brandformance. Tratam-se de duas estratégias que costumam ser bastante confundidas pelas pessoas, mas que possuem conceitos distintos.

No post de hoje, confira quais são as principais diferenças entre Brand Marketing e Brandformance para que você possa determinar qual metodologia é mais adequada às estratégias que sua empresa deseja colocar em prática. Boa leitura.

O que é Brand Marketing?

O Brand Marketing também é conhecido como Brand Awareness, nada mais é do que o marketing focado na marca e não necessariamente em seus produtos ou serviços.

O objetivo dessa estratégia é fazer com que uma marca seja capaz de transmitir sensações, valores e ideais, criando assim uma conexão com o público e sua forma de pensar e agir.

O foco aqui é criar uma visão do público sobre a empresa. A adoção do Brand Marketing visa desenvolver nas buyer personas uma percepção sobre a empresa, e, quando há conexão entre os dois lados, ampliam-se as chances de fidelização, reconhecimento da marca e preferência no momento de compra.

Especialistas dividem o Brand Marketing em três pilares essenciais: identidade, visibilidade e credibilidade. Todos os fatores listados são essenciais para que uma empresa consiga atuar de maneira assertiva perante o público e seus objetivos institucionais.

Identidade, visibilidade e credibilidade

O pilar da identidade é composto por ações de branding e produção de conteúdos. Por meio do branding a empresa constrói seu posicionamento de mercado e com a produção de conteúdo é possível disseminar informações e valores para ampliar a identidade e o posicionamento da empresa perante o mercado consumidor.

A visibilidade é construída com base nas ações executadas por uma empresa para se expor e se posicionar junto ao público. A diferença para a identidade é que a visibilidade não depende apenas dos esforços da empresa, sendo que o público e

Aqui estão contidas os investimentos em publicidade digital, englobando tudo o que é executado para atingir o público na internet, seja por meio de anúncios ou focado no tráfego orgânico.

Por fim, o pilar da credibilidade tangencia a percepção que o público constrói sobre a marca. Fica evidente que se trata de um pilar externo, ou seja, diferente da identidade, a construção da credibilidade não fica sob comando da empresa, mas sim sob controle do público e suas opiniões.

O que é Brandformance?

Brandformance é um novo conceito de estratégia de comunicação no qual são unidos aspectos do branding (campanhas que buscam visibilidade para a marca) com performance (a busca pela conversão e geração de novas oportunidades de negócios).

O conceito de brandformance parte do princípio que uma marca forte tem mais potencial de conversão, ou seja, o branding contribui para a melhoria de resultados. Com isso, são englobados em uma mesma estratégia as sensações do público perante a empresa e a adoção de KPIs para analisar o desempenho dessas ações.

Dentro do brandformance, existem etapas importantes:

  1. Awareness: Executar o destaque da empresa em meio à concorrência, visando ampliar o conhecimento do público sobre a marca, antes mesmo de despertar o desejo sobre seus produtos/serviços;
  2. Personalização: Inteligência para saber o que dizer e como dizer algo ao público no momento certo. O objetivo é ser certeiro no despertar do interesse;
  3. Consideração: Momento de apresentar o que a empresa tem a oferecer. Com base em dados, essa etapa de apresentação pode ser personalizada para se tornar mais impactante para cada nicho do público;
  4. Conversão: Momento de executar as estratégias para apresentar as qualidades da marca e seus produtos. Hora de fazer ofertas e investir no discurso para converter clientes;
  5. Fidelização: Momento em que a empresa se faz presente após conquistar um cliente.

Todas essas etapas também são inseridas em outras lógicas de aplicação do marketing digital, a grande questão é que o foco das estratégias são em ampliar o conhecimento da marca e fazer com que ela tenha uma boa performance e não apenas os produtos comercializados.

E para cada ação do branding há um objetivo determinado em performance.

Veja alguns exemplos abaixo:

BRANDINGPERFORMANCE
Consolidação da marcaConsolidação de clientes
Estratégias de longo prazoAumento do Retorno sobre Investimento
Construção da identidade da empresaGeração de leads
Foco no relacionamento com clientesAmpliação do faturamento e ticket médio

Qual a diferença entre Brandformance e Brand Marketing?

Em Brandformance há a junção do Brand Marketing com a busca pelo alto desempenho. O Brand Marketing por si só é o conjunto das estratégias de valorização e posicionamento da marca.

Resumindo: Não se faz Brandformance sem Brand Marketing, mas é possível executar Brand Marketing sem foco em performance.

Brandformance traz para as estratégias de branding as preocupações comuns do marketing de performance e, com isso, faz com que as atuações da empresa seja mais estratégicas e assertivas, analisando não apenas os conceitos subjetivos do branding, mas sim dando subsídios analíticos para orientar as ações focadas na marca.

Como escolher entre Brandformance e Brand Marketing?

A escolha entre as formas de atuação deve ser feita com base no potencial de análise e execução de trabalho da empresa. Se ela não está municiada para executar marketing de performance e análise de desempenhos, o ideal é adotar o Brand Marketing.

Agora, se a instituição tem todos os recursos à sua disposição para analisar resultados e mensurar o sucesso de suas empreitadas de marketing digital, então, a melhor solução é adotar o Brandformance.

O fato do Brandformance englobar o Brand Marketing denota que estamos falando de um conceito mais completo e efetivo. Diante disso, fica evidente que a melhor solução para obter resultados e desenvolver estratégias de maior valor agregado é aplicar o Brandformance.

Mas isso não significa que uma empresa que adota apenas Brand Marketing está ficando para trás.

A adoção pode ser o início de um trabalho mais estratégico, sendo assim, aos poucos, a empresa pode migrar seus esforços para obter performance e adentrar em uma etapa mais analítica do marketing digital.

Conclusão

Brand Marketing ou Brandformance? Qual metodologia de trabalho a sua empresa está adotando? Qual delas você acha mais viável no atual momento vivido na instituição?

Compartilhe suas opiniões e experiências e ajude a enriquecer nosso debate sobre essas duas formas de atuação do marketing digital dentro do contexto corporativo!