Garantir o seu espaço na internet é essencial para projetar a sua marca para um público maior. Porém, não basta que sua página tenha muitos acessos — também é preciso que eles sejam bem segmentados. Para isso, existem dois caminhos que você pode adotar: o tráfego pago e orgânico.

É comum que as empresas tenham dúvidas sobre qual dos dois é melhor para ter mais presença digital. No entanto, as duas estratégias são relevantes e devem ser consideradas para o crescimento do negócio.

Quer saber mais sobre os dois tipos de tráfego e como criar uma estratégia robusta de marketing digital? Continue a leitura e confira!

Quais são os tipos de tráfego virtual?

Primeiramente, é preciso compreender o que é o tráfego virtual. Trata-se do fluxo de acessos recebido em sua página na internet. Ele pode acontecer de diferentes formas, além de ser obtido de maneira orgânica ou paga.

Compreenda a diferença entre os conceitos!

Tráfego pago

O tráfego pago é aquele que acontece, principalmente, por anúncios, que colocam o conteúdo em uma posição de destaque nos resultados de pesquisa. Com isso, ele aumenta as chances de o seu site receber visitantes.

Já percebeu que ao realizar uma pesquisa no Google e em outros buscadores, geralmente os resultados que aparecem no topo da página têm a tag “anúncio”? Esse é o recurso utilizado para gerar tráfego pago.

A estratégia também pode ser usada em redes sociais — como o Facebook, Instagram e LinkedIn — e outras páginas, pelos anúncios apresentados entre os conteúdos. Para tanto, o anúncio é feito por plataformas especializadas — e a principal delas é o Google Ads.

Logo, como é possível imaginar, é preciso pagar uma quantia ao buscador para obter o tráfego pago. Ademais, o fluxo mais alto de visitas dura apenas enquanto o anúncio estiver ativo.

Tráfego orgânico

O tráfego orgânico é o acesso espontâneo recebido pela página. Na maioria das vezes, ele é originado pelos resultados apresentados pelos buscadores.

Apesar de não se enquadrar na categoria paga, é possível que as estratégias utilizadas para alcançar as melhores posições nos resultados das pesquisas tenham um custo. Por exemplo, com ferramentas de otimização ou pagamento de profissionais para a produção de conteúdo.

O ranqueamento dos principais buscadores tem critérios importantes, visando determinar a melhor maneira de responder ao que o internauta procura em uma pesquisa. Por isso, alcançar o tráfego orgânico demanda dedicação, mas os resultados tendem a ser mais duradouros.

Por que é importante utilizar os dois?

Após conhecer as estratégias, saiba que não é preciso escolher apenas uma. Ambas as formas de impulsionar os acessos em sua página são importantes e podem se complementar. Assim, o crescimento da sua página pode ser ainda maior.

Na prática, o tráfego orgânico tem vantagens relevantes. Por exemplo, a perenidade dos resultados, o custo reduzido e a maior constância no fluxo de visitas. Por outro lado, ele exige o enquadramento nos critérios dos buscadores e os resultados demoram mais a aparecer.

Para conseguir se posicionar bem nos mecanismos de busca, entre outras práticas, é preciso produzir um conteúdo relevante e bem segmentado, otimizar as páginas para serem encontradas nas pesquisas e ter um site bem estruturado.

Nesse contexto, o tráfego pago se mostra uma ferramenta interessante para impulsionar os acessos e ampliar o seu alcance de maneira mais rápida. Ele pode ajudar, por exemplo, em sites novos que necessitam de auxílio para aparecer nas pesquisas ou em campanhas que a empresa quer dar mais destaque.

Portanto, as duas alternativas contribuem para a sua presença digital e podem fazer parte da mesma estratégia. Para isso, a equipe de gestão de tráfego precisa realizar um bom planejamento para encontrar os melhores caminhos para alcançar os resultados desejados.

Como montar uma estratégia que concilie tráfego pago e orgânico?

Como você viu, as estratégias podem andar juntas para gerar benefícios ainda maiores para a sua marca. Confira a seguir como aproveitar ao máximo o tráfego pago e orgânico!

Priorize a qualidade do conteúdo

Seja qual for a origem do tráfego, o conteúdo de qualidade deve ser sempre o principal elemento da sua estratégia. Afinal, não adianta ter muitos acessos em sua página se o conteúdo não for relevante para os visitantes e eles deixarem a página em poucos segundos.

Dessa maneira, além de atender a um requisito essencial para se posicionar bem nos buscadores e gerar tráfego orgânico, você também pode conquistar os usuários vindos do tráfego pago, aumentando as chances de retorno.

Defina as estratégias com foco na sua persona

O sucesso do marketing digital não está ligado necessariamente ao volume de visitantes que um site ou blog recebe. Ele diz mais respeito a quão qualificadas para o negócio são as pessoas que chegam e como elas engajam. Logo, a sua persona deve nortear todas as ações de marketing realizadas.

Assim, nas campanhas pagas ou na elaboração do conteúdo, é fundamental sempre buscar atender às demandas do seu cliente ideal. Para ter clareza a esse respeito, é preciso alcançar um profundo conhecimento sobre o mercado e a sua marca.

Nas campanhas pagas, existe a possibilidade de segmentar o público e exibir o anúncio apenas para as pessoas que atenderem aos requisitos da persona. Essa é uma prática importante para tornar a estratégia mais efetiva.

Por outro lado, o tráfego orgânico não tem a opção de fazer uma segmentação tão direta. Nesse caso, o direcionamento é feito a partir do conteúdo e dos canais de divulgação — que não são necessariamente pagos.

Selecione as melhores ferramentas

Com o crescimento do marketing digital, surgiram muitas ferramentas para auxiliar nas estratégias usadas pelas empresas. O Google oferece alternativas que permitem, por exemplo, mensurar o tráfego, acompanhar a origem e também otimizar o conteúdo para os buscadores.

Além das ferramentas do Google, você pode encontrar muitas opções pagas ou gratuitas para conhecer mais sobre o mercado e mensurar os seus resultados.

Dessa maneira, a equipe gestora de tráfego deve avaliar os instrumentos que mais fazem sentido para o planejamento. Isso trará uma visão muito mais consistente sobre os melhores caminhos para o crescimento.

Identifique os momentos de realizar campanhas pagas

Por fim, é preciso compreender os melhores momentos para investir em tráfego pago. Considere que também é necessário ter estratégias de otimização para campanhas, pois a medida aumenta as chances de converter mais usuários.

Ainda que esse tipo de acesso ofereça bons resultados, os cuidados para obter visitas espontâneas devem ser a base do crescimento nesse meio. Portanto, analise o nível de urgência da empresa em conseguir novos acessos e determine os momentos estratégicos para investir em anúncios.

Com essas informações sobre tráfego pago e orgânico, você poderá aumentar a sua presença digital e selecionar as alternativas que mais contribuem para o seu crescimento. Lembre-se de que ambos os tipos têm o potencial de proporcionar resultados excelentes — então eles se complementam.

Quer ter conteúdo de qualidade para o seu site ou blog? Conte com a ABContent — produzimos materiais exclusivos e especializados para o seu negócio. Fale com um de nossos consultores!