Os empreendedores devem se manter sempre atualizados sobre as novas tendências no mundo dos negócios ,a fim de manter e aumentar sua competitividade. Um dos cenários que passou por diversas mudanças nos últimos anos foi o marketing.

Atualmente, estratégias invasivas e impessoais têm dado espaço para ideias mais eficientes. Por isso, o chamado inbound marketing (ou marketing de atração) vem ganhando atenção. E o funil de marketing é um dos conceitos fundamentais dele.

Confira nosso conteúdo para saber tudo sobre o assunto e aprender a utilizar essas técnicas a favor da atração e conversão de mais clientes para sua empresa!

O que é marketing de atração?

Algumas práticas de marketing tradicional apostam na interrupção dos clientes. É assim que funcionam, por exemplo, os comerciais na televisão ou as campanhas publicitárias em vídeos do YouTube. Certamente, essas práticas oferecem resultados.

Entretanto, existem também alternativas que são mais práticas, menos custosas e muito eficientes. O inbound marketing é uma delas. Seu maior diferencial é não trabalhar com a interrupção, mas com a atração dos possíveis consumidores.

Além disso, a técnica procura qualificar o mercado para consumir os produtos ou serviços de uma empresa. O foco inicial não é exatamente a venda, e sim o relacionamento com o público-alvo — especialmente por meio da publicação de conteúdos interessantes para ele.

Desse modo, o público procura seu negócio voluntariamente e você tem a oportunidade de mostrar que está em condições de atender às necessidades e solucionar os problemas dele. O caminho entre a atração e a conversão de consumidores passa pelo funil de marketing.

O que é funil de marketing?

Esse conceito parte da ideia do formato de um funil real: um grande número de pessoas pode ser atraída por meio da estratégia de marketing inicial, mas apenas uma quantidade menor fecha negócio com a empresa.

Antes de comprar um produto ou serviço, as pessoas geralmente passam por algumas etapas. A primeira é reconhecer que existe uma necessidade ou dor que precisa de solução. Depois, ela parte em busca de informações sobre isso, avalia as alternativas e, então, decide o que fazer.

Considerando esse processo, uma empresa pode guiar seu público consumidor por esse caminho. Isso é feito passando pelos três estágios do funil de marketing.

Confira!

Topo

O topo é o primeiro estágio do funil. É aquele que tem o objetivo de atrair pessoas que ainda não estão exatamente interessadas no que sua empresa oferece. Então, o intuito aqui é oferecer informações relevantes para nutrir o público.

Nesse estágio, fazer propaganda direta dos produtos e serviços não é a melhor estratégia. Afinal, não é isso que quem está no topo do funil procura. A melhor abordagem é ter publicações menos aprofundadas para começar a construir o relacionamento.

Meio

No meio do funil estão os possíveis consumidores que podem se qualificar para consumir seus produtos. Vamos dar o exemplo de uma empresa que oferece assessoria de investimentos: provavelmente, as pessoas atraídas no topo buscavam dicas sobre investimentos.

Até então, elas não identificaram um problema a ser solucionado. Entretanto, a leitura dos conteúdos pode levá-las a entender que investir da maneira correta é a melhor opção para obter bons resultados no futuro. Assim, o objetivo do meio do funil é aprofundar um pouco mais.

Fundo

Depois de serem atraídas pelo topo do funil e compreenderem que conhecer melhor o mercado e aprender a investir é a escolha mais acertada para fazer bons investimentos, algumas pessoas vão se pegar pensando: “então, quais são as melhores opções de investimento para o meu caso?”.

Quando esse tipo de dúvida surge, elas estão no fundo do funil de marketing. Ou seja, conseguiram identificar que têm um problema e que vale a pena buscar solução para ele. Agora, é hora de verem que a sua empresa oferece uma assessoria personalizada e gratuita de investimentos para ele.

Quem chega ao fundo do funil já é considerado um possível consumidor qualificado para consumir o que seu negócio oferece. Portanto, essa é a fase propícia para propagandas mais diretas e para o contato com a equipe de vendas.

Percebe como a possibilidade de conversão é bem maior do que seria no topo do funil?

Por que o funil de marketing é importante?

Entendendo cada estágio do funil de marketing você certamente conseguiu compreender os diferenciais que essa proposta apresenta. A importância dele está em organizar suas estratégias da maneira mais eficiente possível.

Considerar o conceito do funil permite reduzir custos e impulsionar os resultados das campanhas. Sabendo, por exemplo, que enviar e-mails com propagandas dos seus produtos para qualquer pessoa não é uma técnica produtiva para a conversão.

Caso isso seja feito, há o risco não só de desperdiçar investimentos e tempo, mas também de diminuir suas chances com o mercado consumidor. Afinal, se o público alvo não está pronto para conhecer seus produtos, o e-mail facilmente seria mandado para o spam.

A realidade fica bem diferente quando o funil de marketing é usado para se relacionar com o público. Com a ajuda dele, as pessoas são qualificadas e transformadas em leads — isto é, potenciais clientes para a sua empresa.

Nesse ponto, é relevante saber diferenciar o funil de marketing e o funil de vendas. Apesar de serem processos interdependentes, eles não se tratam da mesma coisa. O marketing tem o objetivo de trabalhar o cliente para trazê-lo até a equipe de vendas — onde se inicia outro processo até o fechamento do negócio.

Como o funil de marketing otimiza seus conteúdos?

Uma das principais funções do funil é possibilitar um bom planejamento do marketing digital. Pense bem: faria sentido incluir no blog ou no canal da empresa apenas conteúdos que apresentam diretamente os seus produtos?

Pelo que vimos no início deste post, essa não é uma boa estratégia. Afinal, o maior potencial de atração está no topo do funil. Ou seja, com o compartilhamento de informações para pessoas que ainda não identificaram um problema que você pode solucionar.

Compreender o funil de marketing lhe permite trabalhar seus conteúdos de maneira eficiente. Assim, é mais fácil ter sucesso na atração do seu público alvo e na qualificação gradativa dele para que perceba o quanto suas soluções são vantajosas.

Em resumo, otimizar os conteúdos por meio do funil de marketing lhe permite guiar seus leads até o fundo do funil — aumentando a conversão em vendas. Sem dúvida, oferecer informações de qualidade e dentro de uma estratégia eficaz é essencial para empresas que queiram se destacar no mercado atual.

Que tal contar com uma equipe especializada para lhe ajudar no marketing de conteúdo do seu negócio? Entre em contato conosco e garanta o sucesso da sua estratégia!