Atualmente, ainda existem empresas que não sabem diferenciar a mídia digital e a mídia tradicional. Não são apenas os meios utilizados que mudam. Os resultados, estratégias e os efeitos também costumam ser totalmente distintos. 

Com o avanço da tecnologia e o uso da internet cada vez mais presente na sociedade, é uma verdade que todo negócio deve utilizar o meio digital para conseguir ser notado e conquistar clientes. 

No entanto, há quem continue apenas apostando na mídia tradicional. Esse é o seu caso? Então aproveite esse post e aprenda algumas diferenças entre cada uma delas! 

Mídia digital x mídia tradicional: qual a diferença? 

As duas alternativas são completamente distintas. As mídias digitais são aquelas utilizadas na internet, como: redes sociais, blogs, canais do YouTube, e-mail, dentre outras. 

Por outro lado, as mídias tradicionais são aquelas que eram utilizadas – e continuam sendo – muito antes da popularização do computador e celular. São elas: rádio, televisão, jornais, panfletos, etc.  

marketing offline tem suas vantagens e ainda é utilizado, apesar do digital trazer maiores benefícios em muitos aspectos. Ainda, são duas modalidades que não se dependem entre si.  

Quais as características das mídias digitais? 

Essas mídias têalgumas características específicas que torna o meio online único. Veja abaixo! 

Sempre se renova 

O marketing digital se renova a todo instante. Isso significa que a todo momento novas mídias surgem, bem como maneiras de se conectar com o público. Dessa forma, dificilmente fica obsoleta, bastando apenas realizar mudanças nas estratégias. 

Resultados no longo prazo 

Os canais digitais de uma companhia devem ser sempre atualizados. Sua presença deve ser constante para conseguir se aproximar do seu público e fazê-lo se conectar com você. Esse trabalho é demorado e constante. E costuma apresentar resultados mais no longo prazo.  

Possibilidade de mensurar 

Talvez a maior vantagem das mídias online em relação às offline é que elas fornecem dados e a possibilidade de mensurar os resultados. Sendo assim, é possível verificar quais os canais que mais trazem clientes e quais as ações que mais geraram engajamento e vendas, por exemplo.  

Quais as características das mídias tradicionais? 

Veja agora como esse tipo de publicidade se difere da anterior. Confira! 

Maior custo 

Colocar uma publicidade em uma mídia tradicional pode ser muito onerosoDe maneira geral, divulgar nesses meios de comunicação costuma custa muito mais do que nos digitais. 

Impossibilidade de mensurar 

A mídia offline não permite mensuração. Isso significa que, é impossível ter noção de quantos clientes um determinado anúncio conseguiu atingir em um determinado período, por exemplo 

Falta de engajamento 

Nas mídias digitais, é possível engajar e se conectar com a sua persona, estabelecendo diálogo direto com ela e deixando-a mais fiel à sua companhia. 

Essa aproximação com o cliente se torna difícil nas mídias tradicionais. Isso porque, nesse caso, é apenas a marca falando para os consumidores, os quais têm uma postura mais passiva. 

Maior probabilidade de ser ignorado 

Enquanto muitos consomem conteúdos de uma empresa na internet porque pesquisaram por ele, o marketing tradicional costuma ser mais invasivo. Ou seja, por mais que muitos assistam televisão ou escutem rádio,  boas probabilidades das pessoas ignorarem os comerciais.  

Para não ficar obsoleta e chamar a atenção dos ouvintesa mídia tradicional teve que se renovar.  

Nos últimos tempos, por exemplo, começaram a apresentar propagandas com um QR code para a pessoa apontar o celular para a tela da TV e ver os produtos da marca no smartphone.   

Você acompanhou ao longo desse conteúdo as principais diferenças entre a mídia digital e a mídia tradicional. Se você ainda não utiliza as mídias digitais no seu negócio, esse pode ser o momento de se atualizar e considerar avançar em suas estratégias online. 

Se precisar de ajuda para oferecer conteúdos escritos especializados e de qualidade no seu blog ou site, entre em contato conosco! 

Gostou do artigo? Então continue aprendendo sobre o tema e confira 8 passos simples para ter uma boa estrutura online!