Com a evolução da tecnologia, é possível observar a consolidação da internet como um importante canal de vendas — seja para a compra de produtos físicos ou digitais. Um dos mercados que mais cresce nesse ambiente é o de infoproduto, mas muitas pessoas ainda não sabem o que ele é.

Com isso, elas perdem a oportunidade de construir um negócio potencialmente rentável. Ademais, as empresas que ainda desconhecem os benefícios desses produtos desperdiçam a chance de alavancar seu crescimento com baixo investimento.

Neste post, você entenderá o que é e para que serve um infoproduto. Além disso, verá exemplos e dicas importantes de como fazer o seu!

O que é e para que serve o infoproduto?

Para começar, vale entender o conceito e a finalidade de um infoproduto. O prefixo “info” refere-se à informação, e o termo produto é toda mercadoria que pode ser comercializada. Logo, trata-se de um conhecimento que pode ser colocado à venda no mercado.

O infoproduto é estruturado em formatos específicos para educar, orientar ou instruir uma pessoa. Por exemplo, ele pode se apresentar em forma de texto, áudio ou vídeo — como livros, audiolivros e vídeoaulas.

Além disso, os assuntos podem ser diversos. Um assessor de investimentos, por exemplo, pode escrever um e-book sobre como fazer investimentos e as alternativas disponíveis no mercado. Já um gestor de vendas pode fazer vídeos para compartilhar dicas de como gerenciar as operações comerciais.

Portanto, qualquer profissional pode transformar conhecimento em produto e comercializá-lo a fim de ter uma fonte de renda. Ainda, vale ressaltar que um infoproduto pode atender a outros propósitos além da venda.

Em uma estratégia de marketing digital, por exemplo, ele pode ser usado como uma ferramenta para geração de leads. Para ter acesso ao material, o leitor precisa fornecer o e-mail — que pode ser usado como canal de comunicação para torná-lo uma oportunidade de negócio.

Como funciona a venda de um infoproduto?

Como você viu, o infoproduto pode ser usado como renda para o negócio. Por isso, é interessante saber como funciona sua venda. Normalmente, ele é comercializado online e disponibilizado em plataformas específicas — como Hotmart, Monetizze, Eadbox, Spotify etc.

Uma vantagem de hospedar seu infoproduto nesses sites é a possibilidade de ter um afiliado digital divulgando o seu produto em troca de uma comissão por cada venda realizada. Dessa forma, você tem chances de ampliar o faturamento do seu negócio.

Em relação à divulgação do infoproduto, ela pode ser feita em diferentes canais de comunicação — anúncios online, redes sociais, artigos temáticos e e-mail marketing, por exemplo. Porém, antes de escolher uma opção, vale estudar a persona para definir o canal mais adequado para seu público.

Por fim, o consumidor que estiver interessado no infoproduto pode fazer um cadastro em um site de cobrança para adquiri-lo. Quando a compra for aprovada e o acesso ao produto liberado, ele pode acessar a plataforma onde o conteúdo está hospedado para consumi-lo.

Quais são os principais tipos de infoprodutos?

Entendeu como funciona a venda de um infoproduto no ambiente digital? Agora é hora de conhecer os exemplos de materiais que você pode produzir, seja para comercializar ou usar em uma estratégia de marketing digital.

Os principais tipos de infoprodutos são:

  • webinar: seminário online e ao vivo;
  • audiobooks: áudio dos conteúdos de um livro;
  • cursos online: aulas gravadas em forma de vídeo;
  • revistas eletrônicas: revistas em formato digital;
  • podcasts: arquivo de áudio disponibilizado na internet;
  • e-books: livro em formato digital com conteúdo denso;
  • relatórios e análises: documentos escritos que reúnem dados importantes para a tomada de decisão do consumidor;
  • template e packs de imagens: arquivos visuais pré-configurados que podem ser usados para criar páginas de sites e artes para as redes sociais.

Como fazer um infoproduto do zero?

Até aqui, você pôde conhecer o infoproduto ao saber o que é, para que serve e quais são os exemplos de materiais que podem ser comercializados no mercado. Caso seja de seu interesse fazer esse tipo de produto, vale conferir dicas que podem ajudar a produzir conteúdos de qualidade e alinhados às necessidades do seu público.

Acompanhe!

Entenda a persona do seu negócio

A primeira dica para fazer um infoproduto de sucesso é entender a persona do seu negócio. Dessa forma, é possível desenvolver um produto direcionado para as necessidades de seu mercado alvo, ampliando as chances de atingir seu propósito com ele.

Escolha o tema central

Além disso, é preciso escolher o tema central do conteúdo. Para tanto, pense nos problemas que os consumidores estão enfrentando e que você pode ajudá-los a resolver. O Google Trends pode ajudar nessa tarefa, já que o site permite acompanhar as dúvidas pesquisadas pelos usuários na internet.

Defina o formato do produto

Outro ponto essencial é definir o formato do material. Para escolher, considere o tempo para a produção do conteúdo e o quanto custa fazer um infoproduto específico. Ainda, analise qual tipo é mais adequado para o seu público. Desse modo, é possível tomar uma boa decisão.

Estruture o seu infoproduto

Também é importante estruturar o conteúdo do seu infoproduto, pois isso ajudará você na produção — seja de textos, roteiros de vídeo, áudios para e-books, cursos e podcasts. Portanto, crie uma lista de tópicos a serem desenvolvidos, como introdução, capítulos ou cenas e conclusão.

Invista na produção de conteúdos

Como o conteúdo é o foco do infoproduto, é essencial criar materiais que consigam solucionar as dúvidas dos potenciais clientes e apresentar soluções para os problemas enfrentados por eles. Por isso, dê atenção à produção de conteúdos do seu produto digital.

Além disso, lembre-se de que você precisa atrair o público-alvo para o que você oferece. Nessa jornada, a produção de artigos educacionais para blog se torna uma prática estratégica e essencial para o sucesso do seu infoproduto.

Defina o preço do produto

Outro detalhe importante é saber como calcular o preço do infoproduto para não ter prejuízos financeiros ou desestimular a compra. Existem fatores que podem ajudar na precificação, como analisar o custo de produção, a margem de lucro desejada e o valor praticado no mercado.

Aprenda a criar uma oferta irresistível

Para que o usuário tome a decisão de comprar o seu produto digital ou realizar o download de um material, é preciso aprender como criar uma oferta irresistível para o infoproduto. Logo, você deve fazer a divulgação ideal para seu possível cliente. Mais uma vez, a produção de artigos educacionais se torna uma estratégia essencial.

Agora você sabe o que é o infoproduto e conferiu alguns exemplos de materiais que podem ser produzidos. Com as dicas que trouxemos neste post, as suas chances de obter êxito podem ser maiores. Por isso, não deixe de colocá-las em prática!

Quer ajuda para entregar conteúdos valiosos e especializados para seu cliente? Entre em contato conosco da ABContent que lhe ajudaremos nessa missão!