Acredite se quiser: há muitos negócios que crescem em períodos difíceis, do ponto de vista econômico. A crise do coronavírus pode ser utilizada como exemplo. Afinal, muitas empresas conseguiram se manter fortes mesmo com as mudanças ocorridas no mundo.

A verdade é que crises – sejam elas financeiras, internas, locais, internacionais ou sanitárias – sempre aparecerão. E diversas empresas comprovaram que é possível lucrar nesses momentos.

O segredo é inovar, ser criativo, utilizar a tecnologia a seu favor e, principalmente, gerar valor para as pessoas. Continue a leitura do artigo e veja 6 negócios que costumam ajudar empresas, independente do ramo, a crescer mesmo em períodos financeiros desafiadores!

1. Cursos online

Seu empreendimento não precisa ser uma escola de cursos online para poder oferecer cursos para o seu público-alvo. Independente do nicho, oferecer treinamentos pela internet pode ser uma solução para aumentar o lucro e a visibilidade da empresa.

E, se o produto for realmente bom, pode ser recomendado pelas pessoas e fazer sua companhia ser vista como autoridade no seu nicho.

Os cursos online são bem populares e aceitos pelo público, sobretudo pela facilidade de permitir o aprendizado pela internet em qualquer momento. Inclusive, você mesmo pode gravar cursos online que sejam relacionados ao seu mercado ou que sejam úteis para a sua persona.

Por exemplo, se você tem um escritório de contabilidade que atende apenas empresas, pode criar um curso que ensine a cuidar das finanças da empresa, a fazer boas apresentações empresariais, etc.

O melhor de tudo é que é possível fazer cursos sem aparecer! Muitos cursos são feitos gravando a tela do computador ou apenas mostrando um slide com explicações e o áudio.

2. Entretenimento

Não importa a razão da crise. As pessoas querem entretenimento e estão dispostas a pagar pelos serviços ou produtos das companhias que oferecem conteúdos para recreação. Os streaming de filmes e música, como Netflix, Amazon Prime e Spotify, dentre outros costumam ver seus lucros crescerem mesmo em momentos delicados.

O motivo é simples: os consumidores não param de usufruir desses serviços. E, por causa do valor acessível, acabam se tornando uma melhor opção se comparado com televisão por assinatura, por exemplo.

E engana-se quem pensa que empresas que não oferecem serviço de streaming não podem utilizar dessa ideia para entregar ensinamentos e entretenimento também.

Alguns negócios já oferecem podcasts, que estão ganhando popularidade no Brasil e podem ser escutados nessas plataformas de streaming como: Soundcloud, Spotify, Deezer, Apple Music e outras que hospedam podcasts. A oferta de conteúdos assim pode ajudar (e muito) sua empresa a crescer durante uma crise.

3. Conteúdo online

O maior segredo dos negócios que crescem mesmo na crise é oferecer conteúdo gratuito para seus clientes. E há uma explicação para elas conseguirem bons resultados: os indivíduos utilizam a internet para encontrar soluções para seus problemas e produtos ou serviços que sejam ideais para eles.

Logo, quem tem presença na internet e entrega conteúdo gratuito para ensiná-los consegue maior visibilidade, além de gerar confiança e incrementar as chances de comprarem de sua empresa em vez dos concorrentes.

Por isso, ter um blog é mais que essencial em todos os momentos. Em especial nos tempos de crise, quando as pessoas passam a procurar muito mais por conteúdos que possam lhe ajudar.

O blog ajuda sua marca a se fortalecer no meio digital e ainda pode ser outra fonte de renda, podendo não apenas atrair clientes, mas levar pessoas a consumirem algo pago que você oferece. Pode ser um curso online, um e-book, um curso ou livro relacionado ao seu nicho como afiliado ou área VIP para assinantes.

Além dessa poderosa ferramenta, seu negócio pode oferecer conteúdo em vídeo no YouTube e usar as redes sociais para espalhar seus artigos objetivando que mais pessoas os vejam.

Para entender por que estar na internet é essencial, confira o artigo: Presença digital: não estar na internet pode matar seu negócio. Entenda o motivo!

4. Oferta de soluções

Toda crise implica em mudanças. Na epidemia do coronavírus, por exemplo, a população mundial teve que passar a trabalhar em casa.

O uso da internet aumentou muito nesse momento, e as empresas que oferecem soluções para trabalho, pesquisa ou até lazer, conseguem se destacar. A empresa Zoom, por exemplo, se destacou por oferecer ferramentas de comunicação que se tornaram essenciais para o trabalho remoto nos moldes atuais.

Aplicativos e programas de videoconferência e que oferecem facilidades para realizar webinários (palestras ao vivo) também costumam ter boa performance nesses momentos. Assim, sua companhia pode utilizar-se desses serviços para se aproximar do seu público e se manter presente no dia a dia dele, gerando valor para ser lembrado.

5. Oferta de materiais ricos

Se o seu negócio está bem posicionado na internet e tem um blog com artigos de qualidade, você pode começar a oferecer materiais ricos e cobrar por eles. Os e-books, citado anteriormente, costuma ter boa aceitação do público e costumam ser uma boa forma de gerar renda.

Trata-se de um produto de fácil consumo que costuma ter um ticket baixo. Por isso, muitos acabam adquirindo esse tipo de material.

Exatamente por isso que oferecer esse tipo de produto pode atrair mais clientes para o seu negócio. Quando acompanhados por alguns bônus, como algumas aulas ou kit de planilhas, por exemplo, costumam ser vistos como um produto de alto valor.

6. Afiliados

As empresas (independente do seu tamanho) podem utilizar a internet para encontrar produtos de terceiros que tenham a ver com seu nicho e oferecê-los para os visitantes do site e do blog por meio de um programa de afiliados.

Para cada venda realizada, você ganha uma comissão, que pode ser muito boa. Lembre-se de que, mesmo nas crises, as pessoas continuam procurando por produtos e serviços que precisem, mas ficam mais seletivos.  Por isso, vender produtos como afiliado pode ser uma solução para o seu negócio continuar gerando receita em tempos complicados.

Por outro lado, é possível também investir em conteúdos próprios, como e-books e cursos. E disponibilizá-los para que outros vendam como afiliados. Bastante interessante, não é mesmo?

Conclusão

Os negócios que crescem em períodos difíceis geralmente são aqueles qeu envolvem a tecnologia para aumentar sua presença digital. Esses são os que mais têm chances de crescer na crise, porque pensam em soluções inovadoras e utilizam a internet a favor da empresa.

Nesse artigo, você viu 6 alternativas de negócios que seu empreendimento pode utilizar e trabalhar com eles para continuar forte em meio a uma crise. E lembre-se: as empresas que se destacam são aquelas que geram valor para os outros, pois o marketing de conteúdo é essencial para fazer os clientes chegarem até a sua companhia.

Está com dificuldade de atrair clientes pela internet? Veja agora 5 passos práticos para começar a prospectar na internet!